Google+ Followers

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Visite informe-se e dê sua opinião!

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Saiu no blog de Adeildo9599
Esclarecimento do Estado de Pernambuco (Comandos Gerais), aos PMs e BMs


ATENÇÃO
PROPOSTA SALARIAL
· A proposta salarial apresentada pelo Governo do Estado para PM e BM traz alguns detalhes que precisam ser esclarecidos à nossa tropa, como sejam: com a proposta, estará garantido que o servidor militar, ao passar para a reserva remunerada, já em 2011, em 2012 e em 2013, terá apenas 10% de decréscimo no salário, em relação aos da ativa e, em 2014 essa defasagem será ZERADA, ou seja, ele receberá a mesma remuneração fixa que recebia na ativa;

· A diferença entre o salário do soldado e do agente da polícia civil será drasticamente diminuída passando dos atuais mais de 30% para apenas 16%; vale salientar que esta diferença de 16% em relação aos agentes de polícia já está calculado em relação aos reajustes que eles terão.

· Acrescente-se que não foi debatida qualquer modificação na etapa de alimentação, nem no PJES, considerando que nenhum soldado se aposenta como soldado mas, no mínimo como CABO e, a maioria como SARGENTO, todos terão ganho significativo.

· Considerando, também, que, pelo atual plano de cargos e carreiras, o praça poderá chegar até o posto de TENENTE CORONEL na reserva, esses GANHOS aumentam mais ainda;

· Foi também aumentada significativamente a diferença salarial entre o cabo e o soldado, garantindo ainda MAIORES GANHOS a todos os atuais cabos e soldados ao se aposentarem;

· Confira tudo isso nas tabelas abaixo e tire suas próprias conclusões. Se não conseguimos tudo o que queríamos, conseguimos ganhos importantes, a muito almejados por toda a tropa.

· O Governo explicou que entrou em negociação primeiro com a PM/BM, pois começamos primeiro; para isso reservou 100.000.000,00 ( cem milhões ) dos 200.000.000,00 ( duzentos milhões ) que dispõe para negociar salários dos demais servidores, ou seja, reservou MAIS DA METADE para nós;

· Para compor a proposta, o governo fez O QUE TODOS NÓS PEDIMOS, ou seja, aumentou gradativamente o soldo incorporando ao mesmo parcelas independentes como os qüinqüênios que nem todos possuem e que, aqueles que não têm não serão prejudicados;
· Também nos foi garantida uma proposta para quatro anos, permitindo a segurança para até 2014, com garantia de ganharmos até lá o mesmo que ganhamos na ativa!

· A proposta apresentada, se não é a ideal, se nos apresenta como muito boa, dentro do atual cenário de restrição financeira do Próprio País, para cujos servidores não se prevê NENHUM REAJUSTE SALARIAL.

· Caso tal proposta não seja aceita, correremos o risco de entrarmos na negociação geral com todos os demais servidores estaduais, onde o valor total disponível será dividido equitativamente. É preciso calma e discernimento para decidir, temos que aproveitar está oportunidade histórica e diferenciada que o governo nos esta oferecendo, resgatando antigos pleitos da corporação, oportunidades que dificilmente teremos no futuro.

COMANDO GERAL PMPE E BMPE


Publicação do Blog de Adeildo9599
http://adeilton9599.blogspot.com/2011/05/esclarecimento-do-estado-de-pernambuco.html

CARTA SOBRE A PROPOSTA SALARIAL

Conteúdo define metas salariais para os próximos 4 anos

Caros Policiais e Bombeiros Militares,

Encerramos um ciclo de quatro anos em que contabilizamos um avanço expressivo nas conquistas da Corporação. Desde 2007 a valorização pessoal, o reforço com novas contratações e investimentos na qualificação profissional são exemplos da nova política pública implantada pelo Governo de Pernambuco. O diálogo aberto e o canal permanente de negociação pautado pela transparência é o resultado da postura de respeito e valorização ao servidor, que são os principais agentes da execução das diretrizes governamentais voltadas para o bem estar de toda a sociedade. Os trabalhos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, fundamentais para o bom desempenho do Pacto Pela Vida, são reconhecidos e valorizados pelo atual governo.

Vocês sabiam que os percentuais de reajuste aplicados nos anos de 2007 a 2010 a toda categoria supera, em muito, a inflação do período, que foi de 22,21%?

A variação da folha de pagamento de jan 2007 a dez 2010 foi de 91,58%, garantindo um ganho real acima da inflação da ordem de 69,37%, com reajustes que variaram de 60,73%(para 2º tenente) a 92,72%(para o soldado).

Em governos anteriores nossas conquistas foram bem abaixo da inflação. O resultado dos últimos quatro anos reforça o compromisso dessa gestão com a segurança do nosso Estado e com a valorização do servidor.

É importante entendermos o momento atual da economia, no cenário onde o Governo Federal não prevê a concessão de aumentos e, ao contrário, já comunicou cortes da ordem de R$ 50 bilhões. Comparando com outros Estados, a partir da proposta abaixo, nossa categoria sairá do 12º lugar do ranking nacional, tanto no piso (remuneração do soldado) quanto no teto (remuneração do coronel) da carreira, ficando, respectivamente em 5º e 6º colocado no País, já a partir de julho de 2011, com a 2ª melhor remuneração do Nordeste, atrás apenas do Estado de Sergipe. Nesse momento temos a oportunidade de crescer como instituição dentro de parâmetros que não comprometam o ritmo de desenvolvimento de Pernambuco, nem inviabilizem as contas do Estado.

A proposta apresentada pelo governo do Estado, conforme consta a seguir, é resultado de um grande e continuado exercício, consolidado com o fechamento das receitas do quadrimestre, e propõe a pactuação, nos próximos 4 anos, com reajuste gradativo, seguindo os pressupostos e características listadas abaixo:

· Repercussão financeira dentro dos limites da capacidade do fluxo de caixa do tesouro estadual;

· Diminuição do decesso remuneratório na passagem do militar à reserva remunerada ou reforma, de 30% para 10% já em 2011 e extinção de qualquer decesso em 2014.

· Aumento gradual em quatro anos que assegura expressivos aumentos a todas as patentes em percentuais médios em torno do dobro da inflação projetada;

· Incorporação da Gratificação Adicional por Tempo de Serviço, com segurança jurídica de evitar decesso remuneratório e garantia de reajuste mínimo de 5% em 2011;

· Fixação da jornada laborativa em oito horas diárias, ou quarenta horas semanais, e manutenção da jornada especial, em regime de plantão, na proporção limite de 1/3 (uma hora de trabalho para três de descanso);

Vocês sabiam que um soldado quando vai para a reserva remunerada tem uma perda em torno de 30% e com a presente proposta a perda será de apenas 10%, já em julho 2011 e que em 2014 isso vai acabar? (O policial militar irá para a inatividade com a mesma remuneração da ativa).

Vocês sabiam que é possível, na carreira das praças, um soldado encerrar sua trajetória profissional como Tenente Coronel?

Essa é uma proposta que, de forma prioritária, contempla uma pactuação para os próximos quatros anos e demonstra a inquestionável prioridade do Governo do Estado de Pernambuco para com os servidores militares.

Diante do que está esclarecido acima, temos a certeza de que contamos com a confiança de todos os que fazem a Corporação e que, juntos, saberemos reconhecer essas conquistas. A normalidade dos serviços prestados pelas corporações deve ser mantida e mais uma vez, registramos a certeza de que contaremos com o apoio, o espírito público e o discernimento de todos para continuar cumprindo nossa missão de garantir a segurança dos Pernambucanos.

COMANDANTE GERAL

JULHO 2011
POSTO/GRADUAÇÃO
SOLDO
R$
GRAT. DE RISCO R$
REMUNERAÇÃO R$
CORONEL
8.725,00
3.173,00
11.898,00
TENENTE CORONEL
7.380,00
2.300,00
9.680,00
MAJOR
5.985,00
2.215,00
8.200,00
CAPITÃO
4.995,00
1.655,00
6.650,00
1º TENENTE
4.365,00
1.185,00
5.550,00
2º TENENTE
3.915,00
935,00
4.850,00
SUBTENENTE
3.420,00
930,00
4.350,00
1º SARGENTO
2.970,00
830,00
3.800,00
2º SARGENTO
2.565,00
735,00
3.300,00
3º SARGENTO
2.205,00
645,00
2.850,00
CABO
1.890,00
560,00
2.450,00
SOLDADO
1.700,00
400,00
2.100,00

JUNHO 2012
POSTO/GRADUAÇÃO
SOLDO
R$
GRAT. DE RISCO R$
REMUNERAÇÃO R$
CORONEL
9.443,81
3.453,19
12.897,00
TENENTE CORONEL
7.999,92
2.493,20
10.493,12
MAJOR
6.487,74
2.401,06
8.888,80
CAPITÃO
5.414,58
1.794,02
7.208,60
1º TENENTE
4.731,66
1.284,54
6.016,20
2º TENENTE
4.243,86
1.013,54
5.257,40
SUBTENENTE
3.707,28
1.008,12
4.715,40
1º SARGENTO
3.219,48
899,72
4.119,20
2º SARGENTO
2.780,46
796,74
3.577,20
3º SARGENTO
2.390,22
699,18
3.089,40
CABO
2.048,76
607,04
2.655,80
SOLDADO
1.876,40
400,00
2.276,40

JUNHO 2013
POSTO/GRADUAÇÃO
SOLDO
R$
GRAT. DE RISCO R$
REMUNERAÇÃO R$
CORONEL
10.212,53
3.734,28
13.946,81
TENENTE CORONEL
8.651,11
2.696,15
11.347,26
MAJOR
7.015,84
2.596,51
9.612,35
CAPITÃO
5.855,33
1.940,05
7.795,38
1º TENENTE
5.116,82
1.389,10
6.505,92
2º TENENTE
4.589,31
1.096,04
5.685,35
SUBTENENTE
4.009,05
1090,18
5.099,23
1º SARGENTO
3.481,55
972,96
4.454,50
2º SARGENTO
3.006,79
861,58
3.868,38
3º SARGENTO
2.584,78
756,09
3.340,88
CABO
2.215,53
656,45
2.871,98
SOLDADO
1.961,70
500,00
2.461,70

JUNHO 2014
POSTO/GRADUAÇÃO
SOLDO
R$
GRAT. DE RISCO R$
REMUNERAÇÃO R$
CORONEL
13.160,95
2.815,13
15.976,08
TENENTE CORONEL
11.010,95
2.150,00
13.160,95
MAJOR
8.929,61
2.081,34
11.010,95
CAPITÃO
7.452,53
1.477,08
8.929,61
1º TENENTE
6.611,17
841,36
7.452,53
2º TENENTE
5.841,17
770,00
6.611,17
SUBTENENTE
5.102,63
738,54
5.841,17
1º SARGENTO
4.509,19
593,45
5.102,63
2º SARGENTO
3.927,98
581,21
4.509,19
3º SARGENTO
3.368,80
559,18
3.927,98
CABO
2.819,88
548,92
3.368,80
SOLDADO
2.319,88
500,00
2.819,88

Fonte: http://www.portais.pe.gov.br/web/pmpe/exibirartigo?companyId=communis.com.br&articleId=25702

Tropa inicia Operação Polícia Legal

Policiais e bombeiros militares estão em alerta. Começa neste domingo (08/05), a Operação Polícia Legal. Concentração no Batalhão de Choque, a partir do meio dia. A decisão foi tomada em Assembléia Geral realizada nesta sexta-feira (06/05) com a participação de pelo menos 2 mil PMs e BMs. Após estarem reunidos na Praça do Memorial de Medicina, eles seguiram em caminhada pela Avenida Conde da Boa Vista, a qual foi encerrada no Palácio do Governo.
Estiveram presentes policiais e bombeiros de Petrolina, Arcoverde, Nazaré da Mata e Vitória de Santo Antão. Durante a Assembléia, os líderes das Associações repassaram a proposta apresentada pelo Governo do Estado. A tropa não concordou com os números e decidiu iniciar a Operação Polícia Legal. Segundo o coordenador da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS- PE), Renílson Bezerra, a operação visa que o policial e bombeiro militar trabalhe de maneira segura, como manda a lei, o que não vem acontecendo”, conta.
Um exemplo é quanto à condução de viaturas. O ideal é que policiais e bombeiros tenham habilitação D ou E, além de participarem de cursos. Tal exigência é prevista no Código Nacional de Trânsito mas não é cumprida. Outro exemplo é quanto ao Batalhão de Choque. “Para que a tropa possa trabalhar devidamente nos estádios a uma série de critérios que são exigidos mas não são cumpridos. Por exemplo, os PMs dentro de estádios não poderiam trabalhar com armas letais. ”, explica.
A hora é de cada um fazer a sua parte de maneira legal e ordeira. Para que a Operação Legal tenha êxito é preciso que policiais e bombeiros militares, Praças e Oficiais, estejam cada vez mais irmanados. “Estamos lutando pelos nossos direitos e precisamos do apoio da sociedade pernambucana. Pedimos a participação de todos. Queremos que o Governo reconheça nosso esforço e nos dê um salário digno”, conclui Renílson
Por: Paula Costa | Jornalista
O coordenador Renilson Bezerra na Assembléia Geral desta sexta-feira (06/05)
Tropa em caminhada pela Avenida Conde da Boa Vista
PMs e BMs do Interior marcaram presença



http://www.acspe.com.br/sub_paginas/menu_noticias/noticias_ver.php?codigo=000899

Tabela segundo o Blog de Adeilton9599

Clique aqui e confira.

PMs discutem proposta do governo

Do Jc, capa 2 de 06-05-2011
PMs discutem proposta do governo

Policiais Militares de Pernambuco planejam fazer uma passeata na tarde de hoje, no Centro do Recife, devido ao não atendimento da proposta salarial da categoria pelo governo estadual. Ontem, uma comissão formada por representantes de seis associações de PMs esteve com os secretários de Administração, Defesa Social e da Casa Civil e foi informada que o governo pretende reajustar o salário-base de R$ 1.331 para R$ 1.770.

As entidades vão submeter a proposta à assembleia convocada para as 14h de hoje, no Derby, mas adiantam que ela não contempla as reivindicações. A passeata está prevista para depois da assembleia, em direção ao Palácio do Governo.
Segundo Renilson Bezerra, coordenador da Associação de Cabos e Soldados, o aumento sugerido resulta da retirada de outros direitos adquiridos. “Para crescer o salário, retiraram valores de gratificações, como a de risco de vida, que caiu de R$ 550 para R$ 400”, critica. Ele lembra que os PMs querem equiparação de remuneração com os policiais civis, que hoje recebem R$ 2.440. De acordo com o coordenador, os secretários do Estado não tocaram no ponto do subsídio, que é o direito de policiais da reserva terem aumento igual aos da ativa.

Segundo o secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar, nos últimos quatro anos a categoria da Polícia Militar foi contempladas com reajustes acima da inflação. Mas que, pela conjuntura de 2011, com um cenário mais restritivo, não seria possível repetir. “Claro que a expectativa da categoria é sempre de um grande percentual, mas se a proposta for analisada, vai se perceber que é boa para a PM”, comenta Alencar.


Fonte: Blog do Capitão

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Militares não aceitam proposta do Governo do Estado

Inviável. A proposta apresentada pelo Governo do Estado não atende as necessidades da tropa. Os números foram apresentados durante reunião na manhã desta quinta-feira (05/05), com a participação dos líderes das entidades representativas e membros do Governo. Sendo assim, a Assembléia Geral Unificada desta sexta-feira (06/05) está mantida. Acontece às 14h, no Memorial de Medicina (ao lado do Quartel do Derby). Todos os dados serão repassados. A decisão será da tropa. Participe.
Assim que receberam a proposta, os líderes se reuniram na sede da ACS – PE para avaliar o documento. Há manipulação de valores, sem critérios. A verdade é que ela não contempla o que foi solicitado. As Associações querem a isonomia imediata com a Polícia Civil e a implantação do subsídio.
Salientando que, na proposta, o Governo aumenta a carga horária de trabalho da Polícia Militar e acaba com a Gratificação do Tempo de Serviço. Já a data base para o aumento é o mês de julho, ao invés de junho e continua o prejuízo quando da passagem para a Inatividade. E definitivamente não atende a equiparação salarial com a Polícia Civil.
Associações reunidas:
ACS /PE – AME/PE – ASSPE – UMB – FORÇA ÚNICA - AOPMPE
Por: Paula Costa | Jornalista



Fonte:http://www.acspe.com.br/sub_paginas/menu_noticias/noticias_ver.php?codigo=000898

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Mais notícias

salários

Militares decidem em assembleia iniciar
operação padrão a partir da próxima segunda

Proposta feita por governo do Estado na quinta-feira foi rejeitada por militares

Foto: Carlos Eduardo Santos/Especial para o JC

Manifestação saiu do bairro do Derby em direção do Palácio do Campos das Princesas

Guardas Municipais de Camaragibe.

INFORMATIVO Nº 001 - FOCO NOS FATOS DO SINDGUARDAS CAMARAGIBE






Entrada

X





Responder
|
Lupercio Araújo para GM, GM, SINSEMC, Vez, A
mostrar detalhes 26 abr (10 dias atrás)

Eperamos que possa usufruir da nossa 1ª edição do Informativo Foco nos Fatos e também participar da contrução da nova edição enviando mensagens, críticas e sugestões para o enriquecimento da nossa luta sindical em prol da categoria dos Guardas Municipais de Camaragibe.

 
Atenciosamente,
 



Informativo - nº 001.jpgInformativo - nº 001.jpg
1807K   Visualizar   Baixar  











quinta-feira, 5 de maio de 2011 Militares não aceitam proposta do Governo do Estado

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Militares não aceitam proposta do Governo do Estado

Inviável. A proposta apresentada pelo Governo do Estado não atende as necessidades da tropa. Os números foram apresentados durante reunião na manhã desta quinta-feira (05/05), com a participação dos líderes das entidades representativas e membros do Governo. Sendo assim, a Assembléia Geral Unificada desta sexta-feira (06/05) está mantida. Acontece às 14h, no Memorial de Medicina (ao lado do Quartel do Derby). Todos os dados serão repassados. A decisão será da tropa. Participe.
Assim que receberam a proposta, os líderes se reuniram na sede da ACS – PE para avaliar o documento. Há manipulação de valores, sem critérios. A verdade é que ela não contempla o que foi solicitado. As Associações querem a isonomia imediata com a Polícia Civil e a implantação do subsídio.
Salientando que, na proposta, o Governo aumenta a carga horária de trabalho da Polícia Militar e acaba com a Gratificação do Tempo de Serviço. Já a data base para o aumento é o mês de julho, ao invés de junho e continua o prejuízo quando da passagem para a Inatividade. E definitivamente não atende a equiparação salarial com a Polícia Civil.
Associações reunidas:
ACS /PE – AME/PE – ASSPE – UMB – FORÇA ÚNICA - AOPMPE
http://aureliopm.blogspot.com/

segunda-feira, 2 de maio de 2011

mais de 2 mil PMs e BMs invadiram a Avenida Conde da Boa Vista.

RES RODRIGUES

 para mim
mostrar detalhes 29 abr (2 dias atrás)

Policiais e bombeiros dão um banho de democracia

Um banho de democracia. Acabou agora a pouco a caminhada dos policiais e bombeiros militares. Em resposta a indefinição do Governo do Estado quanto ao aumento salarial, mais de 2 mil PMs e BMs invadiram a Avenida Conde da Boa Vista. Com o apoio de um trio elétrico, os líderes das entidades representativas discursaram para a população pernambucana explicando os motivos do movimento, o qual terminou em frente ao Palácio do Governo.
Diretores e representantes de Base da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS – PE) participaram maciçamente da caminhada. Segundo o coordenador Renílson Bezerra, o movimento de hoje foi uma prova de que houve um amadurecimento muito grande. “Fizemos um ato ordeiro, democrático, respeitando o trânsito e a população que estava na rua”, conta Renílson.
“A gente espera que até a próxima quinta-feira (05/05), o Governo do Estado finalmente nos apresente uma resposta quanto aos nossos pleitos”, afirma Renílson. Na sexta-feira (06/05), faremos outra Assembléia Geral e, caso o que seja apresentado não seja satisfatório, a tropa decidirá o próximo passo.
Por: Paula Costa | Jornalista
PMs e BMs na Conde da Boa Vista
Tropa em Assmebléia Geral na Praça do Memoria de Medicina
Diretores e Representantes de Base da ACS - PE
Coordenador da ACS - PE, Renílson Bezerra



Fonte:http://www.acspe.com.br/sub_paginas/menu_noticias/noticias_ver.php?codigo=000886

Pesquisar este blog