Google+ Followers

quarta-feira, 7 de março de 2012

PREFEITURA DE CAMARAGIBE-PE,ABRE INQUÉRITO ADMINISTRATIVO CONTRA SERVIDORA QUE DENUNCIA AS IRREGULARIDADES DA SAÚDE DO MUNICÍPIO.

    A servidora,Laudecéa Ramos,diretora sindical de atenção à saúde do trabalhador SISEMCg(Sindicato dos Servidores Municipais de Camaragibe) e membro do Conselho Municipal de Saúde(Comissão de Finanças),vem há  alguns  anos  denunciando as irregularidades do município em relação a saúde.como:Descarte de Medicações Vencidas de forma irregular,Falta de Condições de Trabalho,Apoio a greve dos médicos e reivindicações do SIMEPE,desrespeito aos trabalhadores,postos médicos sem funcionamento,Envio inverídico de informações ao CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde) ,mal uso de    verbas    públicas ,  funcionários   " fantasmas" funcionários  "laranjas",descumprimento às normas da ANVISA,entre outras.
   A referida servidora,já procurou todos os órgãos competentes,como: Corregedoria do SUS,SES,TCE,MPM,
MPE,CORREGEDORIA GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO,OAB,SEJDH,  DECAP,   ALEPE ,  PF E COREN.A prefeitura,por falta de embasamento legal para enquadrar a funcionária,alega que a mesma se recusa
a frazer suas funções,"colher sangue",que todos sabem,é atribuição do técnico de laboratório.
   A primeira Escola de Enfermagem foi criada em 1873,porém a regulamentação desses profissionais passou a existir em 1973,quando foi  criado os conselhos,COREN,COFEN.
   No Código de ética da enfermagem,consta das atribuições,"colher material  para exames laboratoriais" e em momento algum especifica colher sangue.Isso porque quando ele passou a existir,já existia o CRF(Conselho Regional de Farmácia),que regulamenta o Téc/Aux de Laboratório.
   Os  Técnicos de Laboratórios  são capacitados  para essa atribuição.Eles são regulamentados,de acordo  com a Lei Federal 3820,de 11 de Novembro de 1960.E são  reconhecidos pelo CBO (classificação Brasileira de Ocupação),onde tem um código e suas respectivas atribuições,dentre elas; "Puncionar Cavidades e Veias,Colher Sangue".
   No Município,nos concursos de 1995 e 2008,houve vagas para técnico de Laboratório  e no Edital já constava dentre suas atribuições ,"colher sangue",é um absurdo,hoje,abrir inquérito administrativo contra essa
servidora que de acordo com o código de ética da enfermagem ,é proibido fazer atribuições que competem a
outros profissionais.Isso é falta de coerência e bom senso de uma administração municipal.
    Posteriormente,informaremos o desfecho desse desmando.
Postado por: Hélio Soares,Coord.do Blog

Pesquisar este blog