Google+ Followers

domingo, 30 de setembro de 2012

Rinoceronte luta pela vida após ter chifre retirado por caçadores na Índia

Mamífero raro sobreviveu a ataque em reserva natural de Kaziranga.
Veterinários e moradores correm para salvar animal, ferido gravemente.

Do Globo Natureza, em São Paulo
Um exemplar de rinoceronte-indiano (Rhinoceros unicornis) luta para sobreviver após ter sido vítima nesta quarta-feira (26) de um ataque de caçadores em uma reserva ambiental da Índia.

O mamífero foi baleado e teve o chifre retirado à força. Veterinários tentam salvar o animal em Kaziranga, mesmo sabendo que ele pode não sobreviver aos ferimentos graves.

Segundo a agência de notícias "Associated Press", o ataque provocou indignação na província de Assam, que abriga a maior concentração mundial de exemplares da espécie considerada vulnerável na natureza -- são cerca de 3 mil.
Moradores e veterinários tentam acalmar exemplar de rinoceronte-indiano que sobreviveu ao ataque de caçadores e teve seu chifre retirado. (Foto: AP)Moradores e veterinários tentam acalmar exemplar de rinoceronte-indiano que sobreviveu ao ataque de caçadores e teve seu chifre retirado (Foto: AP)
Fortes chuvas na província indiana causaram inundações e mataram \ao menos 18 pessoas nos últimos dias. Parte do Parque Nacional de Kaziranga, onde vive os rinocerontes, também foi inundada, afogando ao menos 14 animais, principalmente cervos. Outras espécies migraram para terras mais altas, entre elas o rinoceronte, deixando-as em uma área vulnerável, próximo de uma rodovia movimentada.

O fato atraiu a atenção de caçadores furtivos, que viram o exemplar e, sem piedade, retiraram o chifre sabendo que o animal estava vivo. Utilizado ilegalmente no mercado asiático, o chifre de rinoceronte é vendido como ingrediente da medicina tradicional de diversos países. A crença é que o pó é afrodisíaco.

Nos últimos nove meses, 13 rinocerontes-indianos foram mortos em ataques no parque nacional, uma tendência que tem causado preocupação em ambientalistas.
Imagem forte (Foto: Editoria de Arte/ G1)
Os caçadores atiraram no rinoceronte e serraram o chifre sabendo que o mamífero ainda estava vivo. Em alguns países asiáticos, há a crença de que o pó de chifre de rinoceronte é afrodisíaco, o que tem fomentado a caça furtiva desta espécie ameaçada. (Foto: Biju Boro/AFP)Os caçadores atiraram no rinoceronte e serraram o chifre sabendo que o mamífero ainda estava vivo. Em alguns países asiáticos, há a crença de que o pó de chifre de rinoceronte é afrodisíaco, o que tem fomentado a caça furtiva desta espécie ameaçada (Foto: Biju Boro/AFP)
Fonte:G1 
26/09/2012 10h22 - Atualizado em 26/09/2012 10h25

Ex-premiê ucraniana recorre contra condenação


Defesa de Yulia Tymoshenko diz que não há base legal para o processo.
Ela é acusada de abuso de poder por acordo com a Rússia em 2009.

Da Reuter
Advogados de defesa da ex-primeira-ministra ucraniana Yulia Tymoshenko disseram nesta quinta-feira (16) que não há base legal para um processo criminal contra ela e iniciaram um novo recurso contra sua condenação do ano passado por abuso de poder.
A pena de sete anos imposta a ela em outubro azedou as relações da ex-república soviética com a União Europeia, que a vê como vítima de uma perseguição do presidente Viktor Yanukovich. Mas o governo, ao invés de indultá-la, apresentou novas acusações.
Num processo em separado, que já foi adiado diversas vezes pelo fato de a ré estar internada com problemas na coluna, ela é acusada de enriquecimento ilícito e evasão fiscal, crimes supostamente ocorridos quando ela era executiva do setor privado, na década de 1990.
Apoiadores da ex-premiê ucraniana Yulia Tymoshenko protestam em frente a tribunal em Kiev (Foto: AFP)Apoiadores da ex-premiê ucraniana Yulia Tymoshenko protestam em frente a tribunal em Kiev nesta quinta (16) (Foto: AFP)
A condenação por abuso de poder, tema do recurso protocolado em Kiev, diz respeito a um contrato de 2009 com a Rússia para o fornecimento de gás, na época em que ela chefiava o governo.
O atual governo diz que o acordo impôs preços exorbitantes à Ucrânia para a importação de gás.
Por causa da ausência de Yulia, internada em um hospital público de Carcóvia, a tramitação do recurso também foi adiada várias vezes. Nesta quinta-feira, porém, seus advogados autorizaram seu prosseguimento mesmo com a ausência da ré.
O advogado dela, Olexander Plakhotniuk, disse ao tribunal que a sentença imposta em outubro foi ilegal por ter se baseado na aplicação de leis penais.
Parlamentares aliados da ex-primeira-ministra foram repreendidos pelo juiz durante a audiência ao tentarem colocar no tribunal uma reprodução de uma pintura renascentista que mostra um juiz corrupto sendo esfolado vivo, segundo a agência de notícias Interfax.
Yulia nega ter agido contra os interesses da Ucrânia e se diz vítima de uma vingança política de Yanukovich, que a derrotou no segundo turno da eleição presidencial de fevereiro de 2010.
Em 2004, ela foi uma das líderes da chamada Revolução Laranja, que inviabilizou a primeira candidatura presidencial de Yanukovich. Ela acabou ascendendo ao poder, mas sem conseguir formar um governo forte e unido.
A ex-premiê ucraniana Yulia Timoshenko em 2 de fevereiro de 2011 (Foto: Reuters)A ex-premiê ucraniana Yulia Timoshenko em 2 de fevereiro de 2011 (Foto: Reuters)
Fonte:G1
16/08/2012 10h09 - Atualizado em 16/08/2012 10h48

Ucrânia põe 15 mil fazendo exercícios físicos na rua


30/09/2012 11h06 - Atualizado em 30/09/2012 11h12

Multidão se exercitou na capital do país, Kiev.
Objetivo era estabelecer um novo recorde mundial.

Do G1, em São Paulo
Cerca de 15 mil pessoas participaram de uma sessão de exercícios matinais neste domingo (30) em Kiev, capital da Ucrânia.
O objetivo era estabelecer um novo recorde para o Livro Guinness.
Multidão faz exercícios matinais neste domingo (30) em Kiev, na Ucrânia (Foto: Sergei Supinsky/AFP)Multidão faz exercícios matinais neste domingo (30) em Kiev, na Ucrânia (Foto: Sergei Supinsky/AFP)
Multidão faz exercícios matinais neste domingo (30) em Kiev, na Ucrânia (Foto: Sergei Supinsky/AFP)Multidão faz exercícios matinais neste domingo (30) em Kiev, na Ucrânia (Foto: Sergei Supinsky/AFP)
Multidão faz exercícios matinais neste domingo (30) em Kiev, na Ucrânia (Foto: Sergei Supinsky/AFP)Multidão faz exercícios matinais neste domingo (30) em Kiev, na Ucrânia (Foto: Sergei Supinsky/AFP)
Fonte:G1

Americano é preso por caminhar nu em calçadão


30/09/2012 14h00 - Atualizado em 30/09/2012 14h00

Caso ocorreu em Flagler Beach, no estado da Flórida.
Marty Parrish deixou a cadeia após pagar fiança de US$ 500.

Do G1, em São Paulo

Um homem de 52 anos foi preso após ser flagrado andando nu em um calçadão em Flagler Beach, no estado da Flórida (EUA), segundo o jornal "Palm Coast Observer".
Marty R. Parrish foi preso por andar nu em calçadão. (Foto: Divulgação)Marty R. Parrish foi preso por andar nu em calçadão. (Foto: Divulgação)
O incidente ocorreu no dia 22 de setembro. Marty R. Parrish foi detido por volta das 21h após um policial flagrá-lo caminhando pelado pelo calçadão.
Parrish foi levado para a cadeia do condado de Flagler acusado de exposição indecente. Ele deixou a cadeia após pagar fiança de US$ 500.
Fonte:G1

Tiroteio em centro de veteranos de guerra deixa 2 mortos nos EUA

30/09/2012 17h45 - Atualizado em 30/09/2012 18h45

Uma pessoa ficou ferida e seu estado é crítico, conforme a polícia.
Centro localizado no centro da Flórida ampara veteranos de guerra.

Da EFE
Pelo menos duas pessoas morreram e uma ficou ferida após um tiroteio em um centro de veteranos de guerra em Winter Springs, no centro da Flórida, indicaram neste domingo (30) as autoridades policiais.

“Temos uma grande quantidade de pessoas e armas apreendidas. Agora, estamos tentando esclarecer o que aconteceu”, afirmou o sargento Doug Seely, porta-voz da polícia de Winter Springs, ao jornal “Orlando Sentinel”.

O tiroteio aconteceu no estacionamento de um centro de veteranos de guerra e todas as vítimas são membros de um clube de motociclismo dos arredores de Orlando. A pessoa ferida foi transferida para um hospital de Orlando e, segundo Seely, “seu estado é crítico”.

Os centros de veteranos (VFW, na sigla em inglês) estão repartidos por todos os EUA para amparar os veteranos de guerra e suas famílias.
Fonte:G1

Professor britânico que fugiu com aluna é levado à prisão, diz site


30/09/2012 19h10 - Atualizado em 30/09/2012 19h18

Forrest, 30, está em cadeia na França com elevado 'índice de suicídios'.
Ele e estudante de 15 anos saíram do Reino Unido em 20 de setembro.

Do G1, em São Paulo
Jeremy Forrest, o professor britânico que fugiu com aluna de 13 anos, é fotografado ao entrar em tribunal na França, em 28 de setembro de 2012 (Foto: Reprodução/The Sun)Forrest é fotografado ao entrar em tribunal francês
(Foto: Reprodução/The Sun)
O professor britânico de 30 anos de idade que fugiu com uma aluna de 15 anos no dia 20 de setembro, com quem foi capturado nesta sexta-feira (28) em Bordeaux, está preso numa "prisão de segurança máxima" que "abriga acusados de assassinato e estupro e tem um dos maiores índices de suicídios do sistema prisional francês".

A informação foi publicada neste domingo (30) pelo site do jornal "The Sun",  que reproduz uma foto do momento em que Jeremy Forrest entra num tribunal francês. A imagem teria sido registrada neste sábado (29). O tabloide mostra também uma imagem de Meg, a adolescente, no momento em que ela sobe as escadas do avião que a levaria de volta ao encontro da família.
Antes de o casal ser encontrado na França, os pais de Forrest fizeram um apelo para que o filho voltasse para casa.
"O casal foi visto na via pública no centro de Bordeaux", afirmou uma fonte policial, que acrescentou que Megan, a menor de 15 anos, estava bem.
Jeremy Forrest, professor de matemática casado, de 30 anos, contra o qual foi emitido uma ordem de prisão europeia, está detido na delegacia da cidade.
DesaparecimentoMegan Stammers foi dada como desaparecida após faltar à aula na sexta-feira passada (21). Ela foi vista cruzando o Canal da Mancha em uma balsa com Forrester. Em maio, o professor escreveu na internet que passava por um "dilema moral".
Fotos de Megan Stammers, 15 e Jeremy Forrest, 30 (Foto: AFP)Fotos sem data de Megan Stammers, 15 e Jeremy Forrest, 30 (Foto: AFP)
Polícia divulgou fotos da adolescente com o professor (Foto: AFP)Polícia divulgou fotos da adolescente com o professor (Foto: AFP)
Fonte:G1

Chanceleres de 26 países darão início à cúpula Aspa nesta segunda-feira



30/09/2012 19h51 - Atualizado em 30/09/2012 20h43

Declaração deve ser assinada nesta terça-feira (2) pelos chefes de estado.
Por estarem suspensos, Síria e Paraguai não vão participar do encontro.

Da EFE
Vinte e seis chanceleres da América do Sul e dos países árabes participarão nesta segunda-feira (1º) da reunião do Conselho de Ministros das Relações Exteriores que vai abrir a terceira edição da Cúpula Aspa.
Os chanceleres se encontrarão na sede do Ministério de Cultura do Peru para definir os detalhes da Declaração de Lima, que será assinada nesta terça-feira (2) pelos chefes de estado e governo.
Segundo a agência oficial "Andina", dez dos doze chanceleres da União de Nações Sul-americanas (Unasul) estarão presentes, enquanto o Suriname enviará um delegado presidencial e o Paraguai, suspenso do bloco regional, não participará.
Pela Liga Árabe, 16 de seus 22 chanceleres confirmaram presença, enquanto Iêmen, Djibuti e Sudão estarão representados por embaixadores, e Omã por dois ministros de Estado.
Por estar suspensa do órgão, a Síria não foi convidada, enquanto a Somália não confirmou sua presença até o momento.
A chancelaria peruana detalhou que estarão presentes os ministros das Relações Exteriores da Argentina, Héctor Timerman; da Bolívia, David Choquehuanca; do Brasil, Antonio Patriota; do Chile, Alfredo Moreno, e da Colômbia, María Ángel Holguín.
Os ministros das Relações Exteriores do Equador, Ricardo Patiño; da Guiana, Carolyn Rodrigues-Birkett; do Uruguai, Luis Almagro Lemes; da Venezuela, Nicolás Maduro, e do Peru, Rafael Roncagliolo, também estarão presentes.
Fonte:G1

Dois dirigentes da oposição são mortos na Venezuela, diz Capriles



30/09/2012 08h42 - Atualizado em 30/09/2012 09h10

Incidente em Barinitas foi denunciado pelo candidato oposicionista.
Ministro do Interior garantiu que o caso está sendo investigado.

Da AFP
Dois dirigentes da oposição venezuelana morreram no sábado quando uma caravana política foi alvo de tiros em uma localidade do Estado Barinas (oeste), denunciou o candidato presidencial Henrique Capriles, em um incidente que está sendo investigado pelo governo.
Segundo nota postada no Twitter, Capriles disse ter sido informado que dois jovens do Comando Vzla em Barinitas, Jackson e Omar, foram violentamente assassinados.
"Exigimos das autoridades a investigação imediata de um fato que jamais poderia ter ocorrido", acrescentou em outra mensagem.
O ministro do Interior, Tareck El Aisami, confirmou que duas pessoas morreram no município Bolívar de Barinas, apesar de assinalar que se tratavam de dois homens de 63 e 32 anos e não dois jovens. Ele assegurou que o caso está sendo investigado.
Segundo o deputado Julio Borges, do Partido Primeiro Justiça, as vítimas foram atingidas durante uma caravana a favor da candidatura de Capriles, que foi interrompida por indivíduos que se identificaram como pessoas ligadas ao governo.
Em outras ocasiões, a oposição denunciou agressões de seus seguidores por parte de simpatizantes do governo, apesar de Caracas sempre negar estas acusações.
Fonte:G1

Venezuela tem último fim de semana de campanha antes das eleições


30/09/2012 21h31 - Atualizado em 30/09/2012 21h53

Hugo Chávez, que tenta reeleição, vai enfrentar opositor Henrique Capriles.
Pesquisa aponta 49,9% das intenções para Chávez, há 14 anos no poder.

Do G1, com agências internacionais
A Venezuela teve neste domingo (30) seu último fim de semana de campanha presidencial antes das eleições, marcadas para o próximo domingo (7). O atual presidente Hugo Chávez, que busca a reeleição, vai enfrentar nas urnas o líder da oposição, Henrique Capriles. A campanha eleitoral termina nesta quinta-feira (4).
Chávez está há 14 anos no poder e tenta um novo mandato de seis anos, após ser diagnosticado com um câncer em junho do ano passado – do qual ele diz já estar curado. A maioria das pesquisas de opinião apontam o presidente como favorito, e a última sondagem do instituto Datanálisis indicou esta semana 49,9% das intenções de voto para Chávez e 39% para seu adversário. Apesar disso, Capriles tem avançado nas pesquisas, e esta também é a primeira vez em que o presidente não lidera a disputa com uma enorme vantagem.
Para não ficar para trás, Chávez disse neste domingo, em caravana pelo estado de Zulia, que está pronto para governar pelo menos até 2019. Ele também acusou a burguesia de tentar "desestabilizar" a Venezuela.
Chávez comício (Foto: Jorge Silva/Reuters)Hugo Chávez, candidato à reeleição na Venezuela, cumprimenta seus apoiadores durante comício em Cabimas, no estado de Zulia, neste domingo, último fim de semana da campanha (Foto: Jorge Silva/Reuters)
Já seu principal rival pediu ao governo esclarecimentos sobre o incidente em que três de seus partidários foram mortos a tiros por homens armados no sábado (29), no estado de Barinas.
"Ontem, infelizmente, a violência tomou três vidas. Algo assim nunca deve acontecer. Quero dizer a suas famílias, e aos anjos no céu, que estamos caminhando para vencer a violência no dia 7 de outubro”, disse Capriles neste domingo em comício na capital Caracas, do qual participaram milhares de pessoas na Praça Venezuela.
O candidato da oposição também prometeu mais democracia e liberdade à população, e garantiu que vai reabrir a emissora RCTV – que fazia duras críticas ao governo de Chávez e não teve sua concessão renovada, há cinco anos. Atualmente, o canal é exibido apenas em sinal fechado.
Além disso, Capriles tentou convencer os eleitores a votarem nele ao prometer que vai patrocinar, com quase R$ 2 milhões, um desfile no carnaval do Rio de Janeiro. O candidato explorou, ainda, um dos principais problemas do país: a violência. Ele disse que no dia 7 vai derrotar esse mal nas urnas.
Segundo o analista político Farith Fraija, Chávez continua contando com "os votos impertubáveis do chavismo, que dão uma diferença de mais de 10 pontos" para ele em muitas pesquisas eleitorais, enquanto o líder da oposição depende dos indecisos para ter alguma chance de vitória.
Até o final da campanha, Fraija acredita que os candidatos vão "explorar algumas cartas escondidas na manga para ganhar votos em setores ainda não definidos".
Os candidatos
Chávez, de 58 anos, declarou que sua vitória tornará irreversível seu regime socialista, em um país com uma das maiores reservas de petróleo do mundo, que permitiram financiar programas milionários de assistência aos pobres, sua base eleitoral.
Capriles (Foto: Leo Ramirez/AFP)Capriles cumprimenta a população durante comício em Caracas neste domingo (Foto: Leo Ramirez/AFP)
"Não há uma só empresa que não apresente um aumento significativo dos votos para o líder da oposição", afirmou o presidente da Datanálisis, Luis Vicente Léon.
Chávez, porém, insiste que sua vitória é certa e, recuperado de um câncer em julho, diminuiu o ritmo de campanha e o tempo de seus discursos, antes "intermináveis".
Fonte:G1

Roberto Carlos

Corpo de Hebe Camargo é enterrado em São Paulo

 

30/09/2012 10h35 - Atualizado em 30/09/2012 20h10

 

Enterro ocorreu às 10h30 no cemitério Gethsemani, no bairro do Morumbi.
Sepultamento foi acompanhado por multidão de fãs, artistas e familiares.

Tadeu Meniconi Do G1, em São Paulo
 

 

O corpo da apresentadora Hebe Camargo foi enterrado por volta das 10h30 deste domingo (30) no cemitério Gethsemani, no bairro do Morumbi, em São Paulo, sob aplausos, gritos de "Hebe, eu te amo" e pétalas de rosas jogadas por fãs. De acordo com a administração do cemitério, cerca de 1,5 mil pessoas participaram do enterro.
O sepultamento da apresentadora, ícone da TV brasileira, foi acompanhado por uma multidão composta, além dos fãs, por familiares, amigos, artistas e políticos nesta manhã. A chegada do caixão ao cemitério também foi aplaudida. Durante o enterro, os fãs cantaram, ainda, a música "Como é grande o meu amor por você", de Roberto Carlos – ela era fã do cantor.
O caixão com o corpo de Hebe deixou o Palácio dos Bandeirantes – onde ocorreu o velório e a missa celebrada pelo padre Marcelo Rossi – por volta das 10h, em um carro do Corpo de Bombeiros, e seguiu em cortejo em direção ao cemitério. Lá, foi transferido em um carro elétrico e levado até o local do sepultamento, o jazigo da família.
'Ela era uma mãe para mim', disse o padre Marcelo Rossi neste domingo (30), antes de rezar missa de corpo presente para Hebe (Foto: Leo Martins/Frame/Folhapress)'Ela era uma mãe para mim', disse o padre Marcelo
(Foto: Leo Martins/Frame/Folhapress)
No percurso até o cemitério, o caixão foi coberto com uma bandeira do Brasil e rodeado de coroas de flores enviadas pelos familiares, amigos, artistas e políticos, como a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os apresentadores Luciano Huck e Angélica, Pelé, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o empresário Antônio Ermírio de Moraes – entre dezenas de outros.
Hebe morreu de madrugada de sábado (29) em casa após sofrer uma parada cardíaca, ao se deitar para dormir, segundo a assessoria de imprensa do SBT. Ela lutava contra um câncer desde 2010.
Missa com músicas de Roberto CarlosCelebrada pelo padre Marcelo Rossi, a missa pela morte da apresentadora teve fim por volta das 9h. A cerimônia durou aproximadamente meia hora.
Durante a celebração, o padre cantou "Como é grande o meu amor por você", de Roberto Carlos, acompanhado pelo público, também composto por amigos, familiares e fãs. A missa foi encerrada com "Jesus Cristo", também de Roberto Carlos. Ao final, um fã fez um discurso em homenagem à apresentadora.
'Missa da saudade'Antes de dar início à celebração, o padre Marcelo disse que ela não queria uma missa triste, mas uma missa com "muita saudade", e que era dessa forma que a cerimônia seria conduzida.
De acordo com o religioso, foi a própria família que pediu que ele celebrasse a missa da maneira que Hebe desejava. "Não vai ser missa ecumênica, Hebe queria missa com Nossa Senhora", afirmou.
"Todos sabem do amor que eu tenho pela Hebe, ela foi uma mãe para mim (...). A Hebe é um exemplo de vida, além de um ícone da comunicação como apresentadora", disse, antes do início da cerimônia.
O padre afirmou que esteve com a apresentadora na última segunda-feira (24) para uma missa de inauguração de uma capela de Hebe. O religioso afirmou que, naquele dia, percebeu que ela estava sentindo dor, mas que mesmo assim nunca falava em partir e lutou como uma guerreira para sobreviver. "Sua voz era uma voz que pregava a ética, a coragem e o amor pelo Brasil", afirmou.
'Dia do selinho'
Após ser aberto ao público, depois de momentos reservados exclusivamente a familiares e amigos, na noite de sábado (29), o velório de Hebe Camargo recebeu fãs que desejavam se despedir da apresentadora. O consultor de vendas Fagner Fernando Ribeiro, 28, viajou de São José dos Campos para São Paulo especialmente para prestar homenagem ao ícone da televisão brasileira.
“Para quem sempre viu uma pessoa sorrindo, tranquila e alegre, é difícil vê-la assim. Ficam na lembrança o sorriso, os selinhos”, afirmou ao G1, logo após passar pelo salão nobre do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo, onde foi velado o corpo de Hebe. Natural de Taubaté, mesma cidade onde nasceu a apresentadora, Ribeiro fez questão de dizer que apoia uma campanha nas redes sociais para tornar 29 de setembro o “dia do selinho”, em tributo a uma das marcas registradas de Hebe Camargo.
Ribeiro passou pela sede do governo acompanhado do amigo Arthur Lamy, 33. O advogado, que tinha passagem de volta para o Rio, onde mora, marcada para a noite deste sábado, conta que adiou a viagem: “Deixei de ir embora pra me despedir da Hebe. Eu senti como se tivesse perdido um parente”.
No início da madrugada deste domingo (30), praticamente não havia filas diante do Palácio dos Bandeirantes. O principal inconveniente enfrentado pelos admiradores de Hebe era o frio – de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) de São Paulo, por volta da 1h da manhã fazia 13,8º no bairro do Butantã, próximo ao Morumbi, onde fica o Palácio dos Bandeirantes.
Outra reclamação era a impossibilidade de se fazer fotos. “Não deixaram, ficamos tristes, porque a gente queria registrar o momento”, lamentou a comerciante Cacilda Souza de Mesquita, 31, de São Paulo. A assessoria de imprensa do palácio atribuiu a proibição a um pedido feito pela família de Hebe ao cerimonial, após os primeiros visitantes fazerem registros com celular.
Diante da interdição, restou aos admiradores fotografar as diversas coroas de flores postadas perto da entrada do salão nobre. E encampar a campanha do “dia do selinho”.
Cacilda se disse a favor, assim como o filho dela, Pedro, 11, que contou estar disposto a usar o seu perfil em uma rede social para participar da “manifestação”. “Eu sou a favor, porque isso era uma das coisas que ela mais gostava de fazer”, comentou a comerciante, referindo-se a um dos gestos que celebrizara a apresentadora e que foi repetido por Silvio Santos logo no começo do velório.
O corpo da apresentadora – um dos ícones da televisão brasileira (veja mais abaixo nesta reportagem vídeos e a biografia de Hebe) – chegou ao local do velório por volta das 19h de sábado.
FamososRoberto Carlos, a quem Hebe costumava sempre se referir com carinho, foi um dos primeiros a chegar ao velório e demonstrou estar bastante emocionado. "A Hebe é a pessoa mais maravilhosa. É um símbolo. Ela vai ficar no meu coração e no coração de todos os brasileiros", comentou o cantor, que hesitou durante a declaração. Filho de Roberto Carlos, Dudu Braga chegou ao palácio pouco antes do pai. Perguntado sobre o estado do cantor após saber da morte de Hebe, Dudu antecipou: "Muito mal. Ele está muito mal”.

Silvio Santos, Serginho Groisman, Boris Casoy, Osmar Santos, a ex-jogadora de basquete Hortência, o piloto Emerson Fittipaldi, as apresentadoras Anna Hickman, Eliana e Palmirinha, as cantoras Claudia Leitte e Wanderléa, os cantores Fábio Jr e Marrone, o ator Rodrigo Faro e o casal de atores Bruna Lombardi e Carlos Alberto Riccelli estiveram entre os que passaram pelo Palácio dos Bandeirantes.
Fagner Fernando Ribeiro e Arthur Lamy defendem a instituição do ‘dia do selinho’. (Foto: G1)Fagner Fernando Ribeiro e Arthur Lamy defendem
a instituição do ‘dia do selinho’. (Foto: G1)
Ao deixar o velório, Silvio, que deu um "selinho " na amiga, disse que "Hebe vai frazer muita falta, principalmente no Teleton". Ele, em seguida, convocou "os brasileiros" a contribuírem. "Para as pessoas que estão chorando neste momento: prestem uma homenagem para Hebe doando [dinheiro] ao Teleton".

Já o humorista Tom Cavalcante foi questionado sobre quais as lembranças guardaria de Hebe: "A grande lembrança é da mulher corajosa e independente. A frase dela que fica é: ‘Vamos comemorar a vida, Tom’.“
Também foram se despedir da apresentadora o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o prefeito da capital, Gilberto Kassab, e os candidatos à prefeitura Gabriel Chalita e José Serra, além da ministra da Cultura, Marta Suplicy, e do senador Eduardo Suplicy.

O cantor Fábio Júnior foi ao velório logo após uma apresentação. "Fiz um show para ela. Se ela estivesse no meu camarim, diria: 'faz um show lindo de viver'. Além disso, era uma conselheira. Quando estava numa situação ruim, ela diria: 'Fabinho, presta atença!'".
O cantor Marrone disse que sonhou com com a apresentadora. "Eu sonhei que tinha me casado com a Hebe. Ela se despediu de mim casando-se comigo esta noite", afirmou, emocionado.
Os apresentadores Ronnie Von, Carlos Alberto de Nóbrega, Otávio Mesquita, Celso Portiolli e Silvia Popovic prestaram tributos à colega. Silvia afirmou: "Ela ensinou nossa geração a fazer uma TV mais humana".
Cacilda Souza de Mesquita e sua família foram ao velório da apresentadora Hebe Camargo. (Foto: G1)Cacilda Souza de Mesquita e sua família foram ao
velório de Hebe Camargo. (Foto: G1)
Luta contra o câncer
Hebe ficou internada pela última vez por quase duas semanas em agosto, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Nos últimos dois anos passou por várias cirurgias e tratamentos contra o câncer. A morte da diva causa repercussão entre artistas e políticos brasileiros. A presidente Dilma Rousseff divulgou nota oficial em que se refere a Hebe como “minha querida amiga” e diz que ela foi “uma das mais importantes personalidades da televisão brasileira.”

A apresentadora Ana Maria Braga publicou no Twitter uma homenagem: “Os amigos do Sorriso da TV brasileira, Hebe, choram a Estrela que se vai. Saudade”, escreveu. "Uma mulher estupenda, corajosa, e uma entrevistadora franca e leal. Vai deixar muitas saudades. O exemplo dela foi dignificante", declarou o deputado federal pelo PP de São Paulo, Paulo Maluf.
Já o apresentador Jô Soares comentou a impressão que Hebe causava nas pessoas: "Uma vez, eu fui intérprete de uma entrevista dela com várias pessoas. E todas se referiam a ela como uma grande senhora, uma grande estrela. Ela realmente tinha uma certeza do que fazia que era sensacional. Ela estava acima do bem e do mal”.

'Gracinha'Em mais de 60 anos de história na televisão brasileira, a apresentadora tinha um estilo próprio de entrevistar as pessoas. Ela se tornou popular com a expressão “gracinha”, usada para elogiar convidados. Outra marca registrada de Hebe era dar selinhos nos entrevistados que passavam por seu famoso sofá.

“Estamos perdendo uma mulher que é um marco da televisão brasileira (...). Nos acostumamos a tê-la como uma de nós”, disse a atriz Irene Ravache, completando que estar com Hebe era "uma festa".

A atriz Lolita Rodrigues, uma das melhores amigas de Hebe, se emocionou ao falar da morte da apresentadora e comentar o estado de saúde dela. “Eu estive com ela há um mês. Ela ainda estava no hospital. Ela estava muito triste, e eu fiquei muito admirada porque a Hebe era a alegria em pessoa. Ali, eu tive certeza de que nada mais era... Era esperado, mas dói muito. Perder um amigo sempre dói muito." Mais tarde, durante o velório, Lolita também falou sobre Marcello, filho de Hebe. "O Marcello é meu filho. Ele perdeu a mãe dele, mas ele tem muitas mães, uma delas sou eu. Foram 68 anos de amizade. Ela era uma amiga que não faltava na hora da necessidade."
O cantor Roberto Carlos chora no velório de Hebe Camargo (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/Folhapress)O cantor Roberto Carlos chora no velório de Hebe Camargo (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/Folhapress)
O humorista Tom Cavalcante beija Hebe Camargo durante o velório da apresentadora (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/Folhapress)O humorista Tom Cavalcante beija Hebe (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/Folhapress)
Serginho Groisman Hebe (Foto: Leo Martins/Frame/AE)Serginho Groisman ao lado do caixão no salão nobre do Palácio dos Bandeirantes  (Foto: Leo Martins/Frame/AE)
Ana Hickmann Hebe (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/AE)Ana Ana Hickmann passa pelo velório de Hebe (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/AE)

Biografia
Nascida em Taubaté (SP), a 130 km da capital, Hebe Maria Monteiro de Camargo Ravagnani começou a carreira cantando. Entrou para a TV logo após a fundação da primeira emissora brasileira, a TV Tupi, onde ela fazia aparições nos programas como cantora.

Estreou como apresentadora em 1955, no programa “O mundo é das mulheres”, na TV Paulista, a primeira atração voltada especialmente para mulheres. Antes disso, havia substituído Ary Barroso no programa de calouros apresentado por ele.
Depois disso, a apresentadora ficou afastada da TV por um período, até que em 1966 estreou o dominical que levava seu nome na TV Record. A atração contava com o músico
Caçulinha e era líder de audiência. Foi responsável por dar espaço para novos talentos ligados à Jovem Guarda.
Para dedicar-se ao filho, Hebe ficou afastada da televisão por cerca de dez anos, quando voltou a aparecer na TV Bandeirantes. Em 1985, aceitou o convite do SBT para comandar uma atração na emissora. Em quatro de março de 1986, entrava no ar o “Programa Hebe”, comandado por ela até 2010. Em dezembro do mesmo ano, Hebe assinou contrato com a RedeTV e estreou na emissora em março de 2011, onde ficou até este mês, quando acertou retorno ao SBT.
Segundo a assessoria do SBT, ela estava muito feliz com a volta à emissora.
Carreira musical
Famosa como apresentadora, ela não deixou de lado a carreira musical. Após lançar três discos entre 1959 e 1966, compilou suas canções mais conhecidas no CD “Maiores sucessos”, de 1995. Depois, lançou mais quatro discos. "Pra você" (1998), "Como é grande meu amor por você" (2001), "As mais gostosas da Hebe" (2007) e "Hebe mulher" (2010, ano em que participou do Grammy Latino).
O último álbum da carreira contou com participações de Daniel Boaventura e Roberto Carlos. Em todos os discos, o repertório foi abastecido por canções românticas.
'Morrer feliz da vida'
A apresentadora foi diagnosticada com câncer no peritônio, membrana que envolve os órgãos do aparelho digestivo, em janeiro de 2010. Em sua primeira gravação após 12 dias internada para a retirada de nódulos e para o início do tratamento quimioterápico, Hebe mostrou gratidão com fãs e celebridades que a apoiaram. “Posso até morrer daqui a pouco, que vou morrer feliz da vida”, comentou em março de 2010, ainda no SBT.
Na ocasião, Hebe subiu ao palco ao som de Ivete Sangalo, Ney Matogrosso, Leonardo e Maria Rita cantando juntos. “Vocês são a causa disso tudo. Me colocaram nesse pedestal que eu não mereço. É impossível encontrar palavras para descrever esse momento”, disse para a plateia. Depois, entoou “Ó nóis aqui traveis”, samba do grupo Demônios da Garoa.
Novas internaçõesEm setembro de 2011, Hebe iniciou um novo tratamento contra o câncer, com sessões de quimioterapia preventivas. "Não estou doente, apenas continuo me tratando pra poder ficar com vocês muito tempo ainda", disse. Por conta do retorno ao tratamento, ela havia voltado a perder cabelo e, consequentemente, a usar perucas.

"Evidentemente, todo remédio forte causa algum problema. O meu problema é que eu, de novo, fiquei carequinha. Eu não estou careca, mas quase. Então, evidentemente, estou de peruca", afirmou, em comunicado enviado à imprensa. Ela ainda brincou, referindo-se ao ator Reynaldo Gianecchini, que fazia um tratamento contra um câncer no sistema linfático. "Vou sair linda, igual ao Reynaldo Gianecchini”, disse.

Nos últimos dois anos, Hebe passou por várias cirurgias e tratamentos contra o câncer. Em janeiro de 2010, a apresentadora ficou 12 dias internada para retirada de nódulos na região do peritônio e iniciou tratamento quimioterápico. Em 2011, fez novas sessões de quimioterapia preventivas. Em março de 2012, passou por uma cirurgia de emergência para retirar um tumor que causava obstrução intestinal, ficando 13 dias no hospital. Em junho, realizou uma nova cirurgia de emergência para retirada da vesícula. No mês de julho, segundo o sobrinho Claudio Pessutti, ficou internada por cinco dias para a realização de exames.
Fonte:G1

Protesto de ortodoxos russos impede apresentação de musical famoso



29/09/2012 19h15 - Atualizado em 29/09/2012 19h39

Versão de 'Jesus Cristo Superstar' foi cancelada na cidade de Rostov; muitos criticam interferência da religião.

Da BBC

Jesus Cristo Superstar (Foto: Arquivo Getty Images/BBC)Cena de 'Jesus Cristo Superstar', que agora causa
críticas na Rússia (Foto: Arquivo Getty Images/BBC)
Um teatro na cidade russa de Rostov, no sul do país, desistiu da produção do famoso musical "Jesus Cristo Superstar", após a peça ter sido alvo de protestos de cristãos ortodoxos.
A ópera-rock de Andrew Lloyd Webber estava prevista para estrear em outubro, interpretada por uma companhia teatral russa e pela Filarmônica de Rostov.
Mas manifestantes argumentaram que a obra projeta uma imagem "errada" de Jesus Cristo. Os ortodoxos formalizaram a queixa à Promotoria local e escreveram para a gerência da Filarmônica, informou o jornal local "Rostov Times".
Citando uma suposta "nova lei que protege os direitos dos fiéis", os ortodoxos descreveram o musical como uma obra "profana" que deveria ter sido submetida à aprovação da Igreja Ortodoxa Russa.
No entanto, um porta-voz da igreja ressaltou à agência Associated Press não ter nenhuma relação com os manifestantes e com a petição contra "Jesus Cristo Superstar".
Interferência
A notícia do cancelamento da peça pegou os artistas de surpresa e despertou críticas entre os que acham que a religião interfere demais na vida pública dos russos.
Ao mesmo tempo, tramita na Duma, Câmara Baixa do Parlamento do país, uma lei que poderá criminalizar a ofensa a "sentimentos religiosos dos cidadãos".
Sensibilidades religiosas se tornaram este ano um tema político na Rússia, diante da punição à banda de punk Pussy Riot, condenada após realizar um protesto contra o presidente Vladimir Putin dentro da catedral ortodoxa de Moscou.
Quanto ao caso de "Jesus Cristo Superstar", um porta-voz da Promotoria de Rostov afirmou à agência russa Interfax que o pedido dos manifestantes ortodoxos será avaliado e "a decisão apropriada será tomada".
A ópera-rock estreou com sucesso em 1971 na Broadway, em Nova York, e desde então ganhou versões em teatros de outros países e no cinema, contando os eventos que levaram à crucificação de Jesus Cristo. A peça já havia sido apresentada na Rússia diversas vezes nas últimas décadas.
Fonte:G1

AGENTES DE SAÚDE RECEBEM QUALIFICAÇÃO.


 

Curso de 40 horas termina na sexta-feira preparando profissionais para o PSF
Segue até sexta-feira, dia 30 de setembro, o curso introdutório para Agentes Comunitários de Saúde (ACS). o curso de 40 horas/aula aborda questões como: princípios e diretrizes da atenção primária em saúde e do SUS, trabalho e competências do ACS, territorialização, planejamento, visita domiciliar entre outros. Realizado no auditório da secretaria municipal da Saúde – a qualificação - segundo a coordenadora municipal da Estratégia de Saúde da Família (ESF), Caroline Fortes é pré-requisito para nomeação dos profissionais aprovados no processo seletivo público. “Esses profissionais irão após a nomeação atuar nas equipes da ESF do município, qualificando cada vez mais a rede municipal. Essa qualificação visa apresentar aos futuros ACS a rede de atenção primária em saúde de Cachoeirinha, proporcionando momentos de reflexão e aprendizagem, preparando os mesmos para o desenvolvimento das ações nas unidades de saúde da família”, explica a coordenadora.
O curso realizado pela secretaria de Saúde esta sendo ministrado por profissionais da própria Secretaria, conta com a participação de 10 pessoas que para obterem a certificação precisam comprovar 100% de presença e 70% de aproveitamento no curso, comprovado através de aplicação de prova. Atualmente, o município conta com o trabalho de 29 agentes, distribuídos em 8 equipes e segundo Caroline Fortes a previsão é que ainda em 2011, com a entrega da nova Unidade Básica de Saúde Carlos Wilkens mais duas equipes da ESF passam a atuar na zona sul de Cachoeirinha.
FONTE: Secom
Enviado pelo blog:Bio ACS

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE CAMARAGIBE-PE,COMPLETA 21ANOS

Aniversário de 21 Anos do Conselho Municipal de Saúde de Camaragibe-PE,foi um sucesso!!
 A Comemoração contou com a presença da Coordenadora,Maria Luiza Duarte,do Secretário Executivo do Conselho,Flávio Eduardo,Conselheiros e representante  dos seguimentos:Gestão,Usuários,Trabalhador e prestador além de ex-conselheiros.


 Ausências à parte,a festa foi um sucesso! Muita comida e até um grupo para animar.

 Aproveitamos pra inalgurar o Auditório do CMS,terminado recentemente.
Todos estão de Parabéms!








 Grupo de Animação fez os presentes se divertirem.




Pesquisar este blog