terça-feira, 28 de maio de 2013

Grã-Bretanha e França não excluem armar rebeldes sírios 'imediatamente'


Reunião de ministros europeus sobre Síria está prevista para 1º de agosto.
Franceses e britânicos falam em enviar armas antes de decisão europeia.


Grã-Bretanha disse nesta terça-feira (28) que não precisa esperar por uma reunião de ministros das Relações Exteriores da União Europeia em 1º de agosto antes de tomar uma decisão sobre armar os rebeldes da Síria, mas ressaltou que ainda não tomou uma decisão.
"Eu tenho que corrigir uma coisa preocupante. Sei que tem havido alguma discussão sobre algum tipo de prazo em agosto. Esse não é o caso", disse o ministro das Relações Exteriores britânico, William Hague, à rádio BBC, acrescentando que a Grã-Bretanha "não exclui" armar os rebeldes antes de agosto, e que não agiria sozinha, caso opte por fazê-lo.
A França também disse nesta terça que se reserva ao direito de enviar armas imediatamente para os rebeldes que lutam há mais de dois anos contra o regime do presidente Bashar al-Assad, mas que não tem planos de fazer isso.
Em negociações na segunda-feira, os governos da UE não conseguiram superar diferenças sobre a questão e decidiram deixar expirar um embargo ao envio de armas para os rebeldes sírios.


Fonte:G1
28/05/2013 11h15 - Atualizado em 28/05/2013 11h16

Pesquisar este blog