Google+ Followers

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Camaragibe: Fiscalização do CRO interdita 3 USFs

É prerrogativa do conselho, como órgão fiscalizador, interditar os serviços que não estejam de acordo com as normas de funcionamento para que não traga prejuízo ao usuário e ao profissional.
O setor de fiscalização do Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco interditou, na última segunda (17), três Unidades de Saúde da Família na cidade de Camaragibe, na Região Metropolitana. De acordo com a Drª Berta Moreno, Coordenadora da Fiscalização na Região Metropolitana, as unidades apresentavam inúmeras irregularidades que comprometiam o atendimento à população. Até agora, 3 das 11 unidades fiscalizadas receberam a notificação de interdição do CRO-PE.

Segundo a Drª Berta, as USFs Borralho, João Paulo II e Nossa Senhora do Carmo estavam irregulares no que diz respeito às normas técnicas e higiênicas. A USF Borralho, no km 7 da Estrada de Aldeia, apresentava mofo nas paredes e ar-condicionado sem moldura e espuma mal colocada, o que facilita a entrada de insetos. O atendimento na Unidade João Paulo II estava sendo feito em sala com 7m², fora das normas mínimas, além de ter uma única pia para lavagem de mãos e de instrumentos odontológicos. A USF Nossa Senhora do Carmo, no bairro Alberto Maia, recebia pacientes em consultório com ar-condicionado quebrado e mofo nas paredes e no teto.

A fiscalização do CRO-PE busca regulamentar o trabalho dos profissionais da Odontologia para garantir atendimento odontológico de qualidade à população do Estado. Para isso, uma das metas da atual gestão é ampliar o número de fiscais através de processo seletivo para contratação temporária de 8 novos profissionais que atuarão na RMR e no interior.

PARABÉNS AO  CRO. CONSELHO QUE SE PRESA É CONSELHO ATUANTE.


Fonte: Assessoria de Comunicação 

http://www.cro-pe.org.br/site/noticia.php?id_noticia=564&id_adm=3 

Pesquisar este blog