Google+ Followers

domingo, 16 de fevereiro de 2014

CAMARAGIBE:Três médicos de clínica terapêutica serão investigados


Três médicos que trabalham na Clínica Terapêutica Nova Aliança, voltada ao tratamento de dependentes químicos, serão investigados pelo Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) por exercício da medicina em local sem licença de funcionamento. 
Interditada por ordem judicial na última quarta-feira, em Aldeia, Camaragibe, a Nova Aliança atuava irregularmente por não dispor de registro no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

As investigações serão feitas a partir de denúncias da própria diretoria do Cremepe, instituição que participa das ações de interdição das duas unidades da clínica nos próximos dias. A situação dos três médicos será tratada em uma sindicância, segundo Sílvio Rodrigues, presidente do Cremepe. O conselheiro escolhido para presidir a sindicância terá 60 dias, período que pode ser prorrogado por mais 60, para analisar o fato.

O promotor Fernando Falcão Ferraz, de Camaragibe, aguarda que o Cremepe e a Coordenadoria Estadual de Saúde Mental concluam seus relatórios sobre as unidades da clínica para denunciar o caso à Justiça. Isso deve acontecer no início da próxima semana. 
A delegada de Camaragibe, Euricélia Nogueira, aponta no inquérito policial sobre a clínica que os proprietários e uma médica cometeram crimes maus-tratos, tráfico de drogas - por prescrição de remédios controlados sem receituário próprio - e cárcere privado. Entre os 26 internos havia pacientes de Pernambuco, Ceará e Sergipe.

Fonte:Diário de PE
CREMEPE

Pesquisar este blog