sábado, 12 de abril de 2014

Lahore (Paquistão): Bebê de nove meses vai a julgamento e coletam até suas impressões digitais

Uma dúzia de membros da família de Mohammed Moussa Khan, entre eles a criança, foram acusados da tentativa de homicídio de um dos policiais que tentaram acabar com o confronto entre um grupo de moradores com funcionários de uma companhia de gás.
Como integrante da família a criança teve que comparecer e foi para a audiência nos braços de seu avô. A acusação contra ele foi retirada, mas mantida contra a família, acusada de participar do confronto.
A imagem da criança chorando enquanto tinha as impressões digitais tiradas quanto  compareceu à audiência pela primeira vez   gerou um debate sobre o funcionamento do sistema judiciário no país.
A polícia abriu uma investigação interna para determinar por que o menor foi acusado junto com o resto de seus familiares.

Fonte:Jornal de Londrina

Pesquisar este blog