Google+ Followers

terça-feira, 29 de julho de 2014

Com expressão chula, Lula diz que 'Santander não entende porra nenhuma de Brasil'


Blog de Fernando Rodrigues
O banco Santander virou alvo de ataques de petistas desde a 6ª feira (25.jul.2014), quando veio a público um texto enviado a clientes ricos dizendo que o eventual sucesso eleitoral da presidente Dilma Rousseff iria piorar a economia do Brasil. Jorge Lapas (PT), prefeito de Osasco, São Paulo, aproveitou o episódio para anunciar que romperá o convênio com o banco para recolhimento de impostos e taxas municipais. Segundo ele, o Santander já foi notificado e o contrato será encerrado em 30 dias. Osasco tem o 12º maior PIB do país, segundo o último levantamento do IBGE.
Iniciou uma guerra de força.Militantes petistas lançaram uma campanha de boicote ao banco. Em redes sociais, defenderam a transferência de contas correntes para o Banco do Brasil e a Caixa, bancos públicos sob controle do governo federal. Na manhã de 6ª feira, o termo “Santander” era o 4º mais citado por usuário do Twitter no Estado de SP.
Para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o texto enviado a clientes pelo Santander mostra que a instituição "não entende porra nenhuma de Brasil". O informe, criticado por Lula nesta segunda-feira, foi produzido pelo Banco Santander e prevê um cenário econômico negativo para o país caso a presidente Dilma Rousseff seja reeleita.
Lula disse que não há outro país em que o Santander lucre tanto como no Brasil e questionou ainda o fato deaa funcionária que escreveu o informe ter chegado a um cargo de chefia.
"Essa moça que falou [isso] não entende porra nenhuma de Brasil e de governo Dilma Rousseff. Manter uma mulher dessas em cargo de chefia é sinceramente... Pode mandar embora e dar o bônus dela pra mim, que eu sei como é que eu falo", criticou.
Lula bate muito nos adversários de Dilma, dizendo que eles foram feitos para governar "para o andar de cima".
O petista disse que o seu governo criou mais mecanismos de combate à corrupção que os governos anteriores e ressaltou que a esquerda tem a obrigação de ser mais honesta que qualquer outro grupo: "Se tiver entre nós alguém que roube, que pague".

Pesquisar este blog