Google+ Followers

terça-feira, 29 de julho de 2014

Israel mata 13 palestinos, incluindo 7 mulheres e 4 crianças, na Faixa de Gaza

Desde o início da ofensiva de Israel, há 22 dias, os bombardeios contra a Faixa de Gaza já mataram 1.099 palestinos / Foto: Marco Longari / AFP
Foto: Marco Longari / AFP
Os ataques de Israel contra a Faixa de Gaza mataram treze palestinos nas primeiras horas desta terça-feira (horário local), incluindo sete mulheres e quatro crianças, informaram fontes médicas.
No campo de refugiados de Bureij, no centro da Faixa de Gaza, disparos da artilharia de Israel mataram mais seis palestinos, "incluindo três crianças e duas mulheres, e outras 15 pessoas ficaram feridas" na manhã de terça, segundo Al-Qudra. Na segunda-feira (28), cinco palestinos morreram em um bombardeio israelense contra Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza, segundo Ashraf al-Qudra.
O bombardeio atingiu os arredores da Universidade Islâmica, e entre os cinco mortos há quatro membros de uma mesma família. O ataque também deixou 20 feridos.
Desde o início da ofensiva de Israel, há 22 dias, os bombardeios contra a Faixa de Gaza já mataram 1.099 palestinos.
Israel também sofreu baixas na segunda-feira. Quatro militares - tripulantes de tanque - foram mortos por um tiro de morteiro ao longo da fronteira com a Faixa de Gaza, e outro soldado caiu em combate no território palestino.
No total, o Exército hebreu já perdeu 48 soldados, o maior número de baixas desde a guerra contra o Hezbollah libanês, em 2006.
Três civis israelenses foram mortos por disparos de foguetes da Faixa de Gaza.

Pesquisar este blog