Google+ Followers

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Estado Islâmico : "convertam-se ou morram"

Militantes do Estado Islâmico ameaçaram matar mais de 300 famílias da minoria étnica yazidi, no Iraque, a não ser que se convertam ao Islã, disseram testemunhas e um parlamentar yazidi neste sábado (9).
Um oficial da polícia iraquiana fica de guarda durante uma manifestação em apoio a primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, em Bagdá (Foto: Reuters)
em Bagdá (Foto: Reuters)
As famílias dos vilarejos de Koja, Hatimiya e Qaboshi estão cercadas pelos militantes sunitas que articulam uma ofensiva pelo norte do Iraque, provocando a fuga de milhares de yazidis e cristãos e indignação internacional.

O Iraque vive no último mês uma nova onda de violência que ameaça se transformar em uma guerra civil. O Conselho de Segurança da ONU já pediu ajuda internacional .

O presidente Barack Obama, autorizou bombardeios áreos sobre as áreas dominadas pelos islamitas. O primeiro foi realizado no dia 8 de outubro. Os EUA também começaram a lançar ajuda humanitária para os deslocados.
Washington ainda cogita uma ação conjunta com o Irã para impedir o avanço do grupo.


Pesquisar este blog