Google+ Followers

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

DF: Técnico em enfermagem aprendeu a ler com livros achados no lixo e se torna médico

Cícero Pereira Batista, de 33 anos, mostra livros achados no lixo e com os quais estudou para virar médico (Foto: Raquel Morais/G1)
(Foto: Raquel Morais/G1)
Órfão de pai aos 2 anos e tendo a mãe alcoólatra e um dos sete irmãos traficante, o médico de Brasília Cícero Pereira Batista, de 33 anos, conseguiu vencer as adversidades estudando a partir de livros que retirava do lixo. Ainda criança, ele saía do Chaparral, onde a família mora até hoje, e percorria 20 quilômetros todos os dias pelas ruas de Taguatinga em busca de comida.
O médico Cícero Pereira Batista, de Brasília (Foto: Cícero Pereira/Arquivo Pessoal)Junto com as sobras de alimentos descartados no lixo, Batista recolhia todos os livros que encontrava e vinis de Beethoven e Bach, atualmente suas inspirações. Ele se formou há menos de três meses e agora sonha em abrir um consultório.
Entrou na escola aos dez anos e com o tempo, fez o curso técnico em enfermagem onde passou em segunndo lugar. Não se deixando vencer pela adversidades, enfrentando plantões, cursou medicina e gora, comemora a árdua conquista.
Esse  é gente que faz!


Pesquisar este blog