Google+ Followers

sábado, 13 de setembro de 2014

Funcionários do HU da USP protestam contra desvinculação

Funcionárias do HU em evento de Alckmin (Foto: Caio Prestes/G1)
Funcionárias do HU em evento de Alckmin
(Foto: Caio Prestes/G1)
Funcionários do Hospital Universitário (HU) protestaram na manhã da quinta-feira (11), durante evento com o governador de São Paulo x e candidato à reeleição, Geraldo Alckmin, contra a desvinculação do hospital junto à Universidade de São Paulo (USP). O tucano visitou um local onde futuramente será um hospital especializado em traumas, na Zona Oeste de São Paulo.Os servidores levaram cartazes para pedir o apoio de Alckmin para evitar o processo de estatização do hospital. A medida foi apontada pelo reitor da USP como uma das soluções para a crise financeira da universidade.
Alckmin se mostrou favorável a reivindicação dos funcionários. “A USP levantou a hipótese de passar o HU para a Secretaria de Saúde. Eles é que levantaram, nós não temos nenhuma posição favorável a isso não. O Hospital Universitário deve continuar com a Universidade de São Paulo”, afirmou sobre o caso.
“Nós podemos ajudar o HU da USP, mas não passar pro estado. O Hospital Universitário deve continuar na universidade”, completou. Quando questionado por uma servidora, ele se comprometeu a fazer o que estiver em suas mãos para evitar a desvincularização
O secretário de saúde, David Uip, disse que o caso de desvinculação não é de responsabilidade do estado, mas exclusivamente da USP. “Esse assunto não é pertinente, não é agora e não é conosco. Esse assunto é próprio da Universidade de São Paulo. Nós não temos nada a ver com isso”, disse.
Uma das medidas apontadas pelo reitor Marco Antônio Zago para diminuir a crise na universidade foi a desvinculação do Hospital Universitário. Segundo ele, só a folha de pagamento da USP representa 105% do orçamento da instituição.
Todos os outros gastos, como construções, passaram a ser financiados pela reserva financeira da universidade. De acordo com Zago, a reserva de R$ 3,61 bilhões que a USP possuía em junho de 2012 caiu para R$ 2,31 bilhões no mês de abril deste ano. A perda foi de R$ 1,3 de bilhão em quase dois anos.

Pesquisar este blog