Google+ Followers

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Greve dos bancários atinge todos os estados do país

Agências bancárias amanhecem repletas de adesivos e cartazes alusivos à greve em Curitiba, Paraná, nesta terça-feira (30). Funcionários dos Bancos de todo o Paraná entraram em greve por tempo indeterminado a partir de hoje. A categoria pede reajuste salarial de 12,5%, além de piso salarial de R$ 2.979,25, PLR de três salários mais parcela adicional de R$ 6.247 e 14º salário. Os bancos, através da Febraban, propõem reajuste de 7,35%. (Foto: Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)
 (Foto: Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)
A partir desta terça (30), os bancários de bancos públicos e privados decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). Sindicatos de todos os estados confirmaram adesão à greve, além do Distrito Federal.
A greve foi iniciada apenas em agências bancárias. Caixas eletrônicos, serviços de teleatendimento e centros administrativos continuarão funcionando, porém,  existe a possibilidade de estender a greve a outros setores se as negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) demorarem. 
 Veja  as opções para realizar operações bancárias, como transferêcias e pagamentos, durante a paralisação nas agências bancárias.
 1. Caixas eletrônicos
 2. Supermercados, lotéricas e postos dos Correios
 3. Internet
 4. Aplicativos de bancos para celular
 5. Banco por telefone
 

Pesquisar este blog