Google+ Followers

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Parlamento britânico aprova bombardeios contra o EI no Iraque

Manifestantes protestam foram do parlmaneto britânico nesta sexta-feira (26) contra ação militar do Reino Unido no Iraque (Foto: REUTERS/Neil Hall)
Manifestantes protestam foram do parlamanetocontra ação militar do Reino
 Unido no Iraque (Foto: REUTERS/Neil Hall)
Nesta sexta-feira (26) o Parlamento britânico aprovou a realização de bombardeios contra os militantes do Estado Islâmico no Iraque. A aprovação ocorreu com 524 votos a favor e 43 contra, permitindo que a Força Aérea real se junte às forças militares lideradas pelos Estados Unidos de forma imediata.
Se o primeiro ministro britânico, David Cameron, quiser estender a campanha à Síria, como fez Washington, precisará voltar ao Parlamento.
O Iraque solicitou a vários governos estrangeiros a ajuda, ao contrário da Síria, o que provoca as dúvidas britânicas a respeito de ampliar a campanha ao país vizinho.

Seis bombardeiros Tornado GR-4 baseados em Chipre já foram colocados em alerta para realizar os primeiros ataques. O primeiro-ministro britânico, David Cameron, retirou o Parlamento de seu recesso para a votação após um pedido de ajuda oficial do governo iraquiano.
A moção autoriza ataques aéreos, mas estabelece que não haverá soldados britânicos em terra.
Os Estados Unidos lideram uma coalizão internacional que tenta enfraquecer a organização extremista com bombardeios aéreos.Cameron afirmou que a campanha militar contra o Estado Islâmico no Iraque e na Síria pode demorar anos.

Pesquisar este blog