Google+ Followers

terça-feira, 23 de setembro de 2014

RJ : Sindicalista suspeita de fraude colecionava carros de luxo e imóveis

Oito carros de luxo foram adquiridos pela presidente do sindicato nos últimos quatro anos (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Caminhonete é avaliada em mais
 de R$ 130 mil (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
A presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Niterói e São Gonçalo (SEC), Rita de Cássia da Silva Rodrigues de
Almeida, investigada por suspeita de lavagem de dinheiro e sonegação fiscal com taxas pagas por comerciantes, colecionava carros de luxo e fazendas. A investigação da Polícia Civil aponta que a suspeita, adquiriu em menos de quatro anos oito veículos de luxo e nove imóveis em diferentes cidades.
De 2010 em diante, a presidente do sindicato também comprou uma fazenda pelo valor de R$ 5 milhões, uma segunda fazenda por R$ 750 mil, um haras por R$ 850 mil – em nome de seu filho Criszanto Rodrigues Gonzalez Vazques e outros –, duas casas em Armação dos Búzios, uma mansão em Cabo Frio (R$ 1 milhão) e três apartamentos em Niterói.
Carros custam cerca de R$ 200 mil cada um (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Carros  de R$ 200 mil cada um (Foto: Polícia Civil)
Rita de Cássia é suspeita de faturar até R$ 1 milhão por mês com desvio de verba da entidade. A informação foi dada pela delegada assistente da Delegacia de Crimes Contra a Fazenda Pública do Rio de Janeiro (Delfaz), Tatiana Queiroz, responsável pelo inquérito que investiga os crimes cometidos pela mulher. A sindicalista deve responder pelos crimes de apropriação indébita, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e sonegação fiscal e, se condenada, pode pegar mais de 20 anos de prisão.

Pesquisar este blog