Google+ Followers

domingo, 7 de setembro de 2014

Turquia: Polícia reprime manifestação por morte de dez operários


Neste domingo, a polícia turca utilizou bombas de gás lacrimogêneo e canhões de água contra manifestantes que denunciavam, em Istambul, medidas de segurança insuficientes nos locais de trabalho. 
O protesto foi realizado devido a morte de 10 trabalhadores após a queda de um elevador em uma obra.
A polícia agiu quando mais de mil pessoas se aglomeraram perto do prédio em construção onde os trabalhadores morreram, no luxuoso distrito de Mecidiyekoy.
"Isso não foi um acidente, não foi o destino, é um assassinato", gritavam os manifestantes.
As autoridades disseram ao jornal Hurriyet que foi aberta uma investigação sobre o acidente, que aconteceu às 19H45 do horário local (13H45 no horário de Brasília) do sábado na obra de um edifício residencial de 42 apartamentos. Anunciaram, ainda, que oito pessoas envolvidas no acidente foram detidas, incluindo o responsável pela segurança da obra. Todos foram liberados após prestarem depoimento.
O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, declarou neste domingo que a morte dos trabalhadores foi "muito dolorosa e entristecedora e que a investigação será concluída com todos os detalhes".

Pesquisar este blog