Google+ Followers

sábado, 4 de outubro de 2014

Líderes norte-coreanos visitam à Coreia do Sul

As autoridades militares e do Partido que viajaram ao país vizinho foram o vice-presidente da Comissão Nacional de Defesa (NDC, na sigla em inglês), marechal Hwang Pyong-So; o presidente da Comissão Nacional do Esporte, Choe Ryong-Hae, e Kim Yang-Gon - informou o porta-voz do Ministério sul-coreano da Unificação, Lim Byeong-Cheol (Foto: Reuters)
 (Foto: Reuters)
Neste sábado (4), três líderes norte-coreanos, entre eles aquele considerado o número dois do regime, reuniram-se com autoridades sul-coreanas em Seul. Um momento raro que alimenta a esperança de degelo bilateral após décadas de confrontos.
As autoridades militares e do Partido que viajaram ao país vizinho foram o vice-presidente da Comissão Nacional de Defesa (NDC), marechal Hwang Pyong-So; o presidente da Comissão Nacional do Esporte, Choe Ryong-Hae, e Kim Yang-Gon - informou o porta-voz do Ministério sul-coreano da Unificação, Lim Byeong-Cheol.
Esperados para a cerimônia de encerramento dos Jogos Asiáticos, o trio desembarcou pela manhã no aeroporto de Incheon, perto de Seul. Eles se reuniram com o ministro sul-coreano da Unificação, Ryoo Kihl-Jae, e devem jantar com o ministro e conselheiro de Segurança da presidente Park Geun-Hye. Trata-se da primeira interação bilateral de alto nível entre as duas Coreias em anos.
No fim do dia, as autoridades norte-coreanas retornam para Pyongyang.
Choe agradeceu à Coreia do Sul por receber atletas norte-coreanos nos Jogos Asiáticos de Incheon. "Estou orgulhoso de constatar que, em nome dos esforços pela reunificação, o esporte mostra o caminho", declarou.
Em estado de confrontação quase permanente, as duas Coreias continuam tecnicamente em guerra, já que nenhum tratado de paz foi assinado após o armistício de 1953. A reunificação é um objetivo de ambos os lados da fronteira, mas o Sul tem se tornado cada vez mais reticente, diante das diferenças econômicas entre os dois países.

Pesquisar este blog