Google+ Followers

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Nobel de Medicina de 2014 vai para descoberta de 'GPS do cérebro'

John O'Keefe, May-Britt e Edvar Moser, ganhadores do Nobel de Medicina de 2014 (Foto: Divulgação/Prêmio Nobel) 
John O'Keefe, May-Britt e Edvar Moser, ganhadores do Nobel de Medicina de 2014 (Foto: Divulgação/Prêmio Nobel)
 Nesta segunda-feira (6) foi oferecido o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2014  pelo Instituto Karolinska, em Estocolmo, aos pesquisadores John O'Keefe, May-Britt Moser e Edvard Moser por sua descoberta de células que formam um sistema de posicionamento no cérebro humano, uma espécie de "GPS" interno. O prêmio será dividido: metade é do britânico-americano O'Keefe e o restante é do casal de noruegueses May-Britt e Edvard Moser. Os agraciados compartilharão um prêmio de 8 milhões de coroas suecas (US$ 1,1 milhão).
O Nobel de Medicina é oferecido desde 1901 e já reconheceu o trabalho de mais de 200 pessoas – entre elas, onze mulheres.
O pesquisador mais novo a receber esse Nobel foi Frederick G. Banting, que tinha 32 anos em 1923, pela descoberta da insulina.
Medicina é sempre a primeira área valorizada com o Nobel a cada ano. Nesta terça-feira (7), será anunciado o de Física, na quarta (8) o de Química, na quinta (9) o de Literatura, e na sexta (10) o da Paz. O de Economia será anunciado na segunda-feira da próxima semana (13).

Em 2013, o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina foi oferecido pelo Instituto Karolinska, em Estocolmo, aos pesquisadores James Rothman, Randy Schekman e Thomas Südhof, dois americanos e um alemão, por seus trabalhos sobre o transporte vesicular, um importante processo celular.

Pesquisar este blog