Google+ Followers

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Assad quer 'cooperação internacional' contra Estado Islâmico

O presidente sírio, Bashar al Assad, afirmou nesta quinta-feira (20) que uma "cooperação internacional verdadeira e sincera" seria necessária para vencer o terrorismo de organizações como o grupo Estado Islâmico (EI), alvo, já há mais de dois meses, de uma coalizão comandada por Washington.
No jargão do regime, a expressão países amigos é uma referência aos seus aliados, especialmente a Rússia, a China e o Irã. São chamados de terroristas os rebeldes de lutam há mais de quatro anos para derrubá-lo, assim como grupos jihadistas influentes, como o EI.
Ele fez alusão aos países que apoiam a oposição no exílio e os rebeldes, especialmente os Estados Unidos, a França, a Arábia Saudita, a Turquia e o Qatar.
Tendo apelado, várias vezes, à saída de Assad, no início da revolta síria, em 2011, Washington privilegia agora o combate ao Estado Islâmico, que semeia o terror em territórios que controla na Síria e no Iraque.
As propostas de Assad são apresentadas seis dias antes da visita de uma delegação síria de alto nível a Moscou, onde discutirá com o presidente, Vladimir Putin, o relançamento das conferências de paz entre regime e oposição.
Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/11/assad-quer-cooperacao-internacional-contra-estado-islamico.html

Pesquisar este blog