Google+ Followers

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

CAMARAGIBE: REUNIÃO ORDINÁRIA DO CMS

Nesta segunda-feira (17) no Auditório Irene Francisco Rodrigues, deu início a segunda reunião ordinária do mês de novembro com leitura da moção de repúdio contra a gestão, mesmo com o atraso da coordenação. Foi lido as atas e uma reportagem  do Jornal do Comercio que destaca a demora na  construção do Mercado Público de Camaragibe com investimento de R$ 4,5 milhões.
   
Informes / Denúncias:
  • Funcionários da emergência no Cemec Centro estão sendo constrangidos por alguns pacientes e  acompanhantes que sentem-se apadrinhados da gestão e acham que por isso, não precisam esperar a vez do atendimento. Quando não são atendidos logo ligam para o vice-prefeito na frente dos funcionários. A moda é o Disk-Bosco que liga para a coordenadora que 'aperta' os trabalhadores
  • Paciente chega e não tem lençol na emergência: Disk- Bosco  e aparecem lençóis
  • Atendimento de paciente com trauma no pé e  negação de transferência na ambulância
  • Falta de realização de sutura na emergência por falta de gases
  • Falta de medicação nas USFs
  • Falta de médico nas USFs
  • Falta de médico na Maternidade Amiga da Família de Cg. A maioria dos plantões sem médico.Fica custoso manter uma maternidade cheia de funcionários só para transferir pacientes.
  • Unidades com reforma parada e o material de construção  sendo furtado
  • Por falta de informação e relatório do Projeto Pet e Pró - Saúde da UFPE, o CMS se resume a não mais aprovar nenhum outro dessa natureza por falta do descaso e cumprimento de normas.
  • Monopólio de exames especiais na mão dos vereadores da cidade que barganham com o que é de direito dos pacientes e segundo o secretário do conselho é  inacreditável que o prefeito não saiba disso. Quem não quiser esperar um ano pra fazer exames é forçado a procurar um vereador, que viabiliza rapidinho  no Controle e Avaliação e isso não é papel de vereador
  • Falta de atenção do prefeito
  • Primeiro fórum  de Saúde do Trabalhador em Camaragibe com apoio do  CEREST Recife com data à definir
  • Falta de aproveitamento do AMIGO DO PEITO que vem com 80 vagas para manhã e tarde, porém, se avisa um dia antes e aí não dá tempo para as ACS mobilizarem os pacientes e a equipe acaba atendendo 03 pacientes como no dia 12/11 em Burrione, e o povo continua precisando
  • A cesta básica que o município cede aos pacientes em tratamento de tuberculose é uma piada, só tem: 01 arroz, 01 feijão, 02 fubá, 02 pact leite e um pacote de bolacha por fora do saco e só. Isso é cesta fome
  • Foi feito a limpeza do mato da USF Céu Azul e deixado o entulho  na frente da casa do vizinho que todo dia cobra da ASG
  • O problema do aparelho de ar condicionado da USF Céu Azul, já reclamado no CMS continua. Foi apenas substituição. Só fizeram retirar o aparelho da sala de grupo e colocar na sala do médico e agora não se tem grupo nem reuniões de planejamento. Cadê os aparelhos licitados para todas as unidades? E tem um agravante. Continua faltando a técnica de enfermagem da unidade
  • Amontoado de lixo no Campo Alegre que deixa chorume e moscas na rua com início de incêndio na semana passada que precisou da intervenção dos bombeiros. O caso já foi enviado ao MPPE e Sec de Meio Ambiente do município sem resultado.
  • Nota no jornal sobre vacinação não condizente com a realidade.
  • Foi informado pela coordenadora da Vigilância Sanitária que em breve será realizado o I Fórum de Saúde do Trabalhador, porém, falta confirmar a data e avisar ao CMS e demais.
  • E por fim, o desabafo de uma conselheira pelo descaso da gestão com o Controle Social e a proposta de não se trazer mais demanda até que sejam respondidas todos os questionamentos e apresentados solução.

Laudicéa

Pesquisar este blog