Google+ Followers

domingo, 25 de janeiro de 2015

Justiça decreta prisão preventiva de PM que atirou em surfista

 Surfista Ricardinho - Foto: Divulgação
A Justiça de Santa Catarina decidiu manter preso preventivamente o policial militar Luis Paulo Mota Brentano, 25, que atirou e matou o surfista Ricardo dos Santos, o Ricardinho, na última segunda-feira (19).

A decisão da Justiça ocorreu após a divulgação de um laudo, na quinta-feira (22), atestando que o policial havia consumido álcool momentos antes do crime e que o surfista foi morto com dois tiros - um deles o atingiu pelas costas. Sua morte repercutiu no mundo todo. Amigos como Gabriel Medina e Kelly Slater lamentaram a forma brutal como foi assassinado.

Na versão do policial, que alega legítima defesa, Ricardinho teria lhe ameaçado com um facão. já  testemunhas afirmam que Ricardinho estava apenas com o celular.

Com a decisão, o PM, que havia sido preso em flagrante na própria segunda, deverá ficar detido até o julgamento ou em caso de nova decisão da Justiça.


Pesquisar este blog