Google+ Followers

sábado, 10 de janeiro de 2015

Médico condenado por matar bebês com tesoura

O médico Kermit Gosnell, condenado nos Estados Unidos por assassinar três bebês cortando seus corpos com tesoura após seu nascimento em um clínica da Filadélfia, foi sentenciado à prisão perpétua.
O promotor do distrito da Filadélfia, Seth Williams, explicou em comunicado que Gosnell "aceitou prescindir de todos seus direitos de apelação e uma sentença de prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional em vez da pena de morte".
Gosnell, de 72 anos, foi condenado por três acusações de assassinato em primeiro grau pelos abortos realizados em seu centro médico.
O médico realizava abortos tardios em um estado onde o limite é de 24 semanas de gestação e, quando os bebês eram retirados com vida, o médico cortava suas colunas dorsais com uma tesoura.

Pesquisar este blog