Google+ Followers

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

CAMARAGIBE: SERVIDORES MUNICIPAIS DECIDEM PARALISAÇÃO EM ASSEMBLEIA GERAL

Nesta quarta-feira (11), em assembleia geral,  servidores municipais decidiram que no dia 04 de março de 2015 estarão  unidos numa paralisação de 24 horas,  com concentração na frente da Prefeitura Municipal.

Desde novembro de 2014, quando ocorreu a mudança na Secretaria de Educação, a categoria não obteve mais resposta às  reivindicações.

A paralisação acontecerá caso a prefeitura não responda às reivindicações nas reuniões  nos dias 20 (SECED), 23 (SECAD), e  24 (Prefeito Jorge Alexandre).

A empresa Ultragás esteve presente distribuindo brindes e  folhetos explicativos sobre o convênio com a prefeitura para o servidor adquirir o gás com desconto em folha.

Compareceram também representantes do convênio Hapvida para esclarecimentos.


  
A presidente da AMACS, Geosilda Nunes, prestigiou a assembleia geral somando forças em prol  da categoria.

Com a adesão dos servidores, nenhum voto contrário e apenas uma abstenção, foi decidido a paralisação de 24 horas em 04 de março.

Os servidores estão em desgaste com a falta de atenção, além do descaso da gestão, que em tudo alega o "impacto da folha", enquanto se perpetua a falta de estrutura, principalmente na Saúde e Educação.

 A Educação
  •  Lutam pela implantação da Lei 508/12 (PCRM)
  • Pelo auxílio transporte (os que moram distante)
  • contra o Difícil acesso
  • Pelos notebooks
  • E pela reformulação da exigência de junta médica  nos casos de afastamento por até 03 dias
  • Além de melhores condições de trabalho (Escolas sem reforma, sem estrutura, ar condicionado só de enfeite em escolas com teto,  e instalação elétrica inadequada para uso do aparelho, falta de equipamentos e utensílios, dentre outros

A Saúde 
  • Exigem condições de trabalho
  • O reenquadramento das ACS dentro da Lei 505/12 (PCCV Geral). As mesmas foram retiradas no ato do pagamento do Piso Nacional. O esperado seria o valor do Piso como base donde seguiriam-se as demais grades  dentro da planilha. Da forma como foi feito, deram com  uma mão e tiraram com a outra.
  • Maior esclarecimento sobre o fechamento da Maternidade 
  • Estruturação do Hospital Aristeu Chaves 
  • Reajuste da gratificação SUS 
  • Implantação de gratificação pertinente ao Regime de Plantão, entre outros
Essa é a realidade de Camaragibe!

Laudicéa

Pesquisar este blog