Google+ Followers

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Milhares de argentinos saem às ruas pela morte de Alberto Nisman


Milhares de pessoas saíram às ruas de Buenos Aires e de outras cidades argentinas na noite desta quarta-feira (18). A marcha do silêncio foi convocada por colegas do procurador Alberto Nisman, encontrado morto há exatamente um mês. O caso segue com o carimbo de "morte duvidosa".

O procurador Alberto Nisman, que investigava o atentado ao centro judaico, em 1994, havia denunciado o governo de Cristina Kirchner por acobertamento de terroristas iranianos envolvidos no ataque.

O governo tratou a manifestação como um ato de "golpismo".



Pesquisar este blog