Google+ Followers

terça-feira, 14 de abril de 2015

Governo de PE pede ilegalidade da greve dos professores à Justiça


Para quem prometia dobrar o salário dos professores... minha avó já dizia: _"dor de barriga não dá uma vez só não"



A Procuradoria-Geral do Estado protocolou, na tarde desta terça (14), pedido de ilegalidade da greve dos professores da rede estadual no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Os docentes estão de braços cruzados desde a última sexta (10) e reivindicam aumento de 13,01% para toda a categoria, formada por quase 50 mil profissionais. A proposta do governo estadual é aumentar o salário dos docentes com ensino médio (antigo magistério), o que corresponde a 10% da categoria.

Segundo a assessoria de imprensa do TJPE, o pedido de ilegalidade será analisado pelo desembargador Jovaldo Nunes, que deve pronunciar a decisão nesta quarta (15). 


O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), Fernando Melo, afirmou que a greve está mantida. Os docentes só devem avaliar a situação da greve em assembleia, na próxima sexta-feira (17), no Centro de Convenções. Nesta quarta, a categoria planeja fazer uma passeata na capital.


Pesquisar este blog