Google+ Followers

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Quênia: Terroristas invadem universidade e matam ao menos 70 estudantes


(Associated Press/AP)
Nesta quinta-feira, o jornal Le Monde informa que pelo menos 70 estudantes foram mortos por terroristas islâmicos em uma universidade do Quênia. Segundo consta, um grupo de atiradores mascarados invadiu a Universidade de Garissa atirando indiscriminadamente. 

Outros 79 estudantes ficaram feridos e muitos estão em estado grave, atingidos por tiros de fuzis. Policiais e militares quenianos trocaram tiros com os terroristas, mataram quatro e prenderam um quinto agressor. As operações de resgate continuam no campus, onde há mais de 11 horas um grupo de terroristas se refugiou em uma das instalações universitárias com um número indeterminado de reféns.

O grupo extremista islâmico Al Shabab, ligado à Al Qaeda, emitiu uma nota assumindo responsabilidade pelo ataque. Sediados na Somália, os terroristas do Al Shabab frequentemente cruzam a fronteira para realizar atentados no Quênia. A cidade de Garissa, onde fica a universidade atacada, está localizada a 200 quilômetros da Somália. 

A universidade tem cerca de 800 estudantes.

Poucas horas antes do início do ataque em Garissa, o presidente Uhuru Kenyatta afirmou que o Quênia "é um país tão seguro como qualquer outro do mundo".




Pesquisar este blog