Google+ Followers

domingo, 28 de junho de 2015

França: Atentado tem réu confesso


(Foto: Emmanuel Foudrot/Reuters)
Yassin Salhi, de 35 anos, suspeito de decapitar um empresário antes de cometer um atentado na região de Lyon (centro-leste da França) na última sexta-feira (26), reconheceu o assassinato, segundo a agência France Press.

Ele também teria enviado um "selfie" junto à cabeça de sua vítima, Hervé Cornara, de 54 anos, por meio do aplicativo de mensagens instantâneas Whatsapp a um número de telefone norte-americano.

Salhi foi rendido por um bombeiro quando abria botijões de acetona na fábrica química. Antes disso, ele teria pendurado a cabeça de seu chefe na empresa em que trabalhava em um muro e a rodeado de cartazes com inscrições muçulmanas, informa a Agência EFE.

Em um primeiro momento, Salhi se mostrou pouco cooperativo com os agentes, mas  nas últimas horas começou a dar detalhes dos atos.

A prisão provisória de Yassin Salhi foi prorrogada, assim como a de sua mulher e de sua irmã, também detidas na sexta-feira. Em casos envolvendo acusações de terrorismo, esse tipo de detenção pode ser estendida por até 96 horas.


Pesquisar este blog