Google+ Followers

terça-feira, 30 de junho de 2015

PE-27: CENÁRIO DE ABANDONO


É puro abandono e descaso o trecho de nove quilômetros da PE-27, entre o povoado de Chã de Conselho, no município de Paudalho (Zona da Mata Norte), e a cidade de Araçoiaba (Região Metropolitana do Recife). O governo estadual asfaltou parte da rodovia, mas a obra parou no meio do caminho. 

Comenta-se que o Comando Militar do Nordeste (CMNE) é contra o asfaltamento da via. 

A linha de ônibus com trajeto mais longo do sistema metropolitano de transporte público: Cumpre 93 quilômetros de percurso a cada viagem: O Araçoiaba/TI de Camaragibe São apenas dois veículos, com intervalo de duas horas entre um e outro. 

As paradas ficam no meio do mato, em declives. Numa delas, não há onde sentar.Quando chove, a estrada fica intransitável. O barro molhado, as poças d'água e os buracos tornam a viagem um perigo. Os ônibus ficam impedidos de passar pelo local. São obrigados a fazer um arrodeio pela BR-408, na altura do município de Carpina, na Mata Norte, o que deixa o percurso mais cansativo e a demora, ainda maior. 

Existe um outro caminho para Araçoiaba, mais longo, cheio de curvas, que passa pela comunidade de Chã de Conselho, em Paudalho, cruza um canavial e vai desaguar na PE-41. 

À noite, a escuridão é total. A via não tem iluminação e os assaltos, segundo moradores, são uma constante.

A Secretaria Estadual de Transportes informou,  que as obras foram interrompidas por causa do impasse com o Exército e também devido à aprovação, em 2013, da Lei de Manejo da Área de Preservação Ambiental de Aldeia, que proibiu "a extração de material no perímetro que contempla a estrada". "Em virtude disso, está sendo elaborado um novo projeto, que ficará pronto em 120 dias. O investimento é de R$ 500 mil", esclarece o governo, acrescentando que ainda vai captar recursos e que não há prazo para a retomada das obras.

Já o Grande Recife Consórcio reconheceu que a linha 2463 circula com apenas dois ônibus, que fazem 11 viagens diárias. "No entanto, a demanda dessa linha é considerada baixa para o sistema, com apenas 650 passageiros/dia", justifica, ressaltando que fez um ajuste operacional "com o acréscimo de mais uma viagem no horário de pico da tarde".


Pesquisar este blog