Google+ Followers

sexta-feira, 17 de julho de 2015

HGV restringe novos pacientes e exames no ambulatório


 Edmar Melo/ JC Imagem
Além dos problemas do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, o diretor do Hospital Getúlio Vargas, Gustavo Souza Leão, proibiu, por 90 dias, a abertura de novos prontuários e realização de exames de imagem e laboratoriais para pacientes do ambulatório. 

A medida, conforme a determinação, é justificada pela contenção de despesas e previsão orçamentária, para preservar a qualidade do atendimento na emergência e enfermarias. O Hospital Getúlio Vargas é referência em trauma, urologia, cirurgia geral e outras especialidades. Evitar a abertura de prontuários significa barrar encaminhamento de pacientes da atenção básica e de serviços outros do SUS que precisam do tratamento especializado. Além de problemas orçamentários, o HGV tem obras sem conclusão.



Pesquisar este blog