Google+ Followers

sábado, 26 de setembro de 2015

ESCÂNDALO DO PETROLÃO: LULA SERÁ O PRÓXIMO?


Doze executivos das duas maiores construtoras do Brasil, a Odebrecht e a Andrade Gutierrez, entre eles os respetivos presidentes, Marcelo Odebrecht e Otávio de Azevedo, foram detidos neste fim-de-semana, no âmbito da Operação Lava-Jato, a ação policial que investiga o Escândalo do Petrolão. Dada a relação próxima entre o primeiro daqueles empresários e Lula da Silva, o presidente do Brasil de 2003 a 2010 terá confidenciado a aliados, segundo a imprensa local, que é o próximo alvo da polícia.

O nome do antecessor de Dilma Rousseff na presidência da República e seu provável sucessor nas eleições de 2018 é citado em documentos apreendidos na 14ª etapa da Operação Lava-Jato, denominada Erga Omnes ("vale para todos" em latim). Sem direito a imunidade, por não ocupar nenhum cargo público, Lula teme ser envolvido a qualquer momento no caso.


Pesquisar este blog