Google+ Followers

sábado, 19 de setembro de 2015

CAMARAGIBE: CMS CONCLUI ANÁLISE DO ORÇAMENTO DA SAÚDE PARA 2016



Nessa quinta-feira (17) foi concluída a apresentação do Orçamento da Saúde para 2016 pelo diretor do SEPLAMA, Dr. Manasses Bernardo, acompanhado por Michele, diretora do FMS.

Após a apresentação da Gestão, a Comissão de Finanças apresentou sua análise. 





A apresentação do FMS foi elogiada por todos, porém restaram dúvidas sobre o orçamento, tendo em vista a previsão de gastos para o ano de 2015 não haver sofrido baixa nem vetação e, mesmo assim, nota-se claramente a falta de conclusão das metas ano após ano, isto é, "se prevê despesa, consegue a receita e pouco se executa, sempre reconduzindo as metas para o ano seguinte", diz a Comissão.

Outro ponto observado é a falta de justificativa para os cortes nos vencimentos dos efetivos, quando se mantêm em alta os gastos com Cargos Comissionados e Serviços Prestados.

Nesse caso, se a crise nacional é grande e a ordem é economizar, não se pode prever gastar mais, principalmente com CTD (Contrato por tempo determinado) e C.C. (Cargo Comissionado).





Levando-se em consideração a Lei 141/2012, verificando a aplicação mínima em ações e serviços de saúde, prazos e dados fornecidos, resolve:

Desaprovar o orçamento da saúde para o ano de 2016.


Laudicéa

Pesquisar este blog