Google+ Followers

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

PROTESTO DOS SERVIDORES DA SAÚDE PELA PERDA DA GRATIFICAÇÃO SUS


Na quinta-feira (10), Sindicatos, entidades e servidores estiveram na Câmara Municipal para cobrar explicações aos vereadores sobre o projeto de lei que retira a gratificação SUS repentinamente de todos os trabalhadores, gratificação essa que sempre serviu de complemento salarial,  tendo em vista os baixos salários pagos. Os vereadores alegam que não perceberam o artigo que tratava da retirada de direitos. Por falta de solução, os servidores resolveram protestar no dia seguinte em frente à prefeitura. Não apenas o vereador Toninho admitiu o erro, mas também, os vereadores Paulo André e Edivaldo Barbosa.

Vereador Toninho fala sobre a Lei do PMAQ

Nesta sexta-feira (11), os servidores municipais de Camaragibe estiveram protestando em frente à prefeitura pela perda da gratificação SUS. Foi unânime a aprovação da lei pelos vereadores da cidade, que alegam não terem se apercebido do golpe, pois o gestor enviara um projeto de Lei para regulamentar o PMAQ (gratificação paga apenas aos profissionais da Atenção Básica). 

                           Ver:Paulo André e Edvaldo Barbosa falam da Lei do PMAQ

A nova lei estabelece que o PMAQ passará a ser pago mensalmente em valores fracionados e, em seu Artigo 9, cita a revogação da lei  144/2002 (lei de regulamentação dos subsídios do SUS). O corte dessa gratificação atingiu a todos os profissionais da saúde do município, até mesmo os que não recebem o PMAQ.

As perdas variam de R$ 185,00 a R$ 1.060,00, de acordo com cada categoria.





Servidora comparece com seu bebê para protestar

image1
Foto (blog Camaragibe da vez)
image6
Foto (blog Camaragibe da vez)





Após uma comissão haver subido ao gabinete na esperança de atendimento e negociação - sem êxito -, o grupo resolveu caminhar até o prédio da Maternidade na esperança de encontrar o prefeito, que, segundo informações, estaria em visita ao local.




Lá chegando, os servidores não encontraram o prefeito como informado, mesmo assim o grupo resolveu fechar o trânsito escaladamente, em 5x10min, para que não houvesse prejuízo aos cidadãos e, ao mesmo tempo, esclarecendo o motivo do transtorno. 

Guardas municipais e policias do 20ºBPM permaneceram todo o tempo no movimento, porém não houve intervenção tendo em vista a legitimidade do apelo e a organização dos presentes.





O Sindicato dos Servidores Municipais de Camaragibe (SISEMCg), contou com apoio do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Pernambuco (SEEPE), do Sindicato dos Odontologistas no Estado de Pernambuco (SOEPE), do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (SIMEPE), da Associação Municipal dos Agentes Comunitários de Saúde (AMACS), além do Conselho Municipal de Saúde.

Conselheiros(as) Lázaro Ramos, Duarte Nery , Erilane, Lucia Pedrosa, Emanuel Vicente e Laudicéa participaram ativamente do protesto em prol do serviço e do servidor de Camaragibe


O Sindicato dos Servidores Municipais de Camaragibe esclarece que, desde o ano passado, vem tentando negociar com a secretaria de saúde um reajuste para a gratificação SUS, congelada há 19 anos, e que, de acordo com a Lei 144/2002, a distribuição deveria ser percentual entre 17.40% a 30%

Na próxima quarta-feira (16) haverá assembleia geral com indicativo de greve no auditório do SISEMCg.



Laudicéa

Pesquisar este blog