Google+ Followers

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

TÉCNICA EM ENFERMAGEM MORRE POR DESCASO, NO HOSPITAL ONDE TRABALHAVA


Rio - O Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj) abriu uma sindicância para apurar a morte de Elizangela Medeiros, de 35 anos, na última segunda-feira. Objetivo é apurar a conduta dos médicos Sebastião Bastos Soares e Juan Carlos Muñoz Vilchez, que atenderam a técnica em enfermagem no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, no mesmo local onde a paciente trabalhava.

O Cremerj solicitará o hospital as cópias de documentos, como o prontuário da paciente. Além disso, os médicos, parentes de Elizangela e funcionários da unidade de saúde serão chamados no órgão. Caso haja uma condenação, os envolvidos poderão sofrer uma advertência confidencial até a cassação do registro.

O Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro (Coren-RJ) também se pronunciou sobre o caso. Em nota, o órgão disse ter realizado uma fiscalização nas unidades de saúde por onde passou a técnica em enfermagem, para apuração do caso. 



Elizangela fez um desabafo em áudio e mandou para amigos através do WhatsApp. Com um tom de voz aparentando muito cansaço, Elizangela contou na gravação o drama que viveu no hospital. No áudio, com quase dois minutos, ela reclama do atendimento.



Pesquisar este blog