Google+ Followers

sábado, 2 de janeiro de 2016

MERCADO PÚBLICO DE CAMARAGIBE: PARTE DA "NOVA HISTÓRIA"


Futuro

Passado
Por conta de problemas estruturais em 20% dos 504 boxes do Mercado Público de Camaragibe, o prefeito Jorge Alexandre, com ajuda do Estado e de emendas parlamentares, autorizou sua reforma na segunda-feira (16/09/2013), implicando na demolição de todo o prédio e construção de um novo edifício de dois andares, com previsão de gastos de R$ 16 milhões  e conclusão em 10 meses, com início em janeiro 2014.

http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/2013/09/16/camaragibe-comeca-a-construir-novo-mercado-publico-recursos-vem-do-estado-e-de-emendas/


Em fevereiro de 2014, iniciam-se os questionamentos da população em relação ao início das  obras.

Em março 2014, comerciantes protestam em prol da reforma do Mercado Público
http://tvuol.uol.com.br/video/comerciantes-pedem-reforma-de-mercado-publico-de-camaragibe-0402CC183860DCC94326

Em maio de 2014,  um feirante infarta, no próprio mercado, por se indispor com fiscais da prefeitura que retiram seu box.
http://www.camaragibedavez.com.br/prefeitura-toma-box-de-feirante-do-mercado-publico-e-ele-morre-de-infarto-fulminante/






No dia 18 maio 2014, foi iniciada a reforma com prazo de 08 meses para sua conclusão
 http://camaragibeemfoco.blogspot.com.br/2014/05/obras-do-mercado-publico.html



Em fevereiro de 2015, a prefeitura publica o avanço nas obras, que não avançaram. http://www.camaragibe.pe.gov.br/Portal/pmcg/index.php?option=com_content&view=article&id=686:obra-do-mercado-de-camaragibe-avan%C3%A7a-e-acelera-perspectivas&catid=16&Itemid=357





Em  dezembro de 2015, a câmara de vereadores realiza um ato público com os permissionários do Mercado, porém muitos faltaram por descrédito.




Em 19 dezembro de 2015, o grupo Por amor a Camaragibe promove ato público em frente ao Mercado, em protesto pela falta da "nova história".


E agora, José?

Quando Camaragibe terá funcionando o seu Mercado público, o Centro de Zoonoses, o Espaço do Saber, a Creche do Timbi, a Upa, a Maternidade...


Laudicéa

Pesquisar este blog