Google+ Followers

sábado, 16 de janeiro de 2016

Profissional demitido tem direito a continuar com plano de saúde?




Resultado de imagem para ANSO desemprego não leva, necessariamente, à perda do plano de saúde. É possível manter o benefício em caso de desligamento sem justa causa, desde que respeitados os critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). 

No entanto, o benefício é limitado. Varia de seis meses a, no máximo, dois anos e, um novo contrato de trabalho, anula a extensão do benefício automaticamente.
Entretanto, quem opta por estender o benefício passa a pagar integralmente o valor do convênio.



Pesquisar este blog