Google+ Followers

terça-feira, 29 de março de 2016

BRASIL: Inicia o "efeito dominó"

Por aclamação, o PMDB aprovou, nesta terça-feira (29), o rompimento com o governo da presidente Dilma Rousseff e a entrega imediata dos cargos. Aos gritos de “Fora PT”, a reunião selou o afastamento do governo.

Os seis ministros do partido, assim como membros da sigla que ocupam postos no governo, devem deixar o cargo até o próximo dia 12 de abril.

“A partir de hoje, dessa reunião histórica, o PMDB se retira da base do governo Dilma Rousseff. Ninguém está autorizado a exercer qualquer cargo federal em nome do PMDB”, disse Jucá.

O PMDB é o maior partido do Congresso Nacional com 68 deputados federais e 18 senadores.


Pesquisar este blog