Google+ Followers

domingo, 17 de abril de 2016

ASSEMBLEIA GERAL DOS SERVIDORES DECIDEM RETOMADA DO ESTADO DE GREVE


A terceira assembleia ordinária do Sindicato dos Servidores Municipais de Camaragibe ocorreu nesta sexta-feira (15) sem nenhuma resposta sobre os pontos da Pauta 2016, enviada desde dezembro do ano passado.

       Pauta:
        
  • Informes
  • Prestação de contas 2015
  • Campanha Salarial 2016
  • Gratificação SUS (Comissão criada desde o ano passado sem êxito)
  • Piso Nacional do Magistério 
  • Reajuste dos ACS e ACE
  • Reajuste anual dos Servidores gerais (Lei 505/2012)


A Guarda Municipal expôs vários problemas como:

  • Acomodações
  • JET
  • Colete
  • Viaturas quebradas
  • Entre outros insumos

Após os informes e as colocações  dos servidores foi deliberado que todos os servidores conscientizem a comunidade sobre a situação vivenciada pelos trabalhadores, diferente da propaganda feita pela Gestão. Agora, os servidores retornam ao ESTADO DE GREVE

Dentre as deliberações:
  • Ato público em frente à prefeitura com paralisação do trânsito na tentativa de um atendimento
Após uma Comissão subir ao gabinete do prefeito e baterem de porta em porta mendigando atendimento, o grupo decidiu aguardar retorno da Gestão até terça-feira (19).

Dentre os pontos requeridos,  o mais gritante é em relação ao reajuste das categorias que já deveria ter sido feito, o que preocupa devido ao aumento do custo de vida e ao congelamento dos salários, o que deixa os trabalhadores que sobrevivem honestamente sem possibilidade de subsistência.


Na ausência de posicionamento da Gestão:

  • Na quarta-feira (20) haverá uma passeata com paralisação do trânsito e panfletagem, repetindo o movimento toda semana até que a Gestão se posicione.




Os trabalhadores alegam desrespeito e desvalorização da mão de obra no Município.

Em 2013 - O Salário Mínimo teve  reajuste de 9,2% - Camaragibe: ZERO
Em 2014 - Salário Mínimo teve reajuste de 6,78%  - Camaragibe - 6,78%                                                  
Em 2015 - O Salário Mínimo teve reajuste de 8,84% e a prefeitura de Camaragibe deu 7,45%, dividido em 04x, e o retroativo em 03x
Em 2016 - O Salário Minimo teve reajuse de 11,68%,  e Camaragibe - ZERO 

Sem contar que os profissionais vêm perdendo desde o início da Gestão. 

Perderam:
  • Passagem intermunicipal
  • Difícil acesso
  • Gratificação das merendeiras
  • Gratificação de plantão
  • Gratificação SUS
  • Adicional noturno, blá....
Para os professores, nem se fala. Apesar de existir um Piso Nacional anual, a prefeitura não cumpre. Em 2015, o reajuste foi de 13,01%, e a prefeitura deu 6,27%.

Este ano, o reajuste é de 11,36%. A prefeitura ainda não se posicionou.

Resumindo: Os ACS/ACE só acumulam perdas. Os professores e os servidores gerais, também. 

Todos sabemos que a crise no Brasil é mais política que financeira. Tendo em vista os repasses estarem sendo feitos. Alguns com uma pequena diferença, o que já deixa os Gestores de cabelo em pé! Porém sabe-se que apesar de existirem as verbas, as Ações e metas pré estabelecidas pelo Governo federal, em sua maioria, não são realizadas. E os órgãos fiscalizadores não estão nem ai!  Denúncias foram feitas pelo Sindicato, pelo Conselho de Saúde, Conselho do FUNDEB... há anos! Muitas vezes e pelos mesmos motivos. Nada é feito. E quando a "casa cai" a maioria diz que não sabia de nada!

De todos os governantes de Camaragibe, este é, indiscutivelmente, o pior!

Só sei que está assim!


Pesquisar este blog