Google+ Followers

segunda-feira, 9 de maio de 2016

ABERTA A "TEMPORADA DE CAÇA" NO BRASIL

Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

O afastamento do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara fortaleceu a tendência de cassação de seu mandato. Até meados de junho Cunha pode ser  julgado no plenário.


Foto: Geraldo Magela/ Agência Senado

O presidente interino, deputado Waldir Maranhão, anulou nesta segunda-feira (9) as sessões da Câmara, quando os deputados federais aprovaram o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.





Foto: divulgaçãoO deputado federal Mendonça Filho (PE) classificou como “aberração política e jurídica” a decisão do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (MA), de anular a votação que abriu o pedido de impeachment.


Ronnie Preuss Duarte - Presidente da OAB-PE (Crédito - Jorge Cabral)O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil  (OAB-PE), Ronnie Preuss, se posicionou a respeito da decisão do presidente interino da Câmara dos Deputados, de sugerir a anulação da sessão que aprovou o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Para ele, a decisão do presidente interino piora ainda mais a imagem do País.


Foto: Luis Macedo/ Câmara dos Deputados
Renan Calheiros, após sessão tumultuada hoje, decide continuar processo de impeachment. “Nenhuma decisão monocrática pode se sobrepor a uma decisão colegiada”, justificou. 

Foto: Geraldo Magela/ Agência SenadoOs partidos DEM e PSD pediram a cassação do mandato do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão, nesta segunda-feira (9). 



O Conselho de Ética recomendou a perda do mandato do ex-líder do governo, Delcídio do Amaral. O Plenário do Senado deverá votar relatório nesta terça-feira (10).


O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega é alvo de investigação da PF pelo esquema de compra de medidas provisórias nos governos Lula e Dilma. 



...

Pesquisar este blog