Google+ Followers

quinta-feira, 2 de junho de 2016

CAMARAGIBE: EM TEMPO DE "CRISE" CONTINUA A "TROCA DAS CADEIRAS"

Apesar de ser o 8º município que mais arrecada em FPM no Estado e de, ano após ano, só terem aumentado os repasses do Ministério da Saúde, no entanto, não se veem as Ações e Metas realizadas.

Apesar de ser Gestão Plena em Saúde e, de acordo com o RH do SUS, deveria valorizar e reconhecer o valor  do trabalhador, Camaragibe tem se mostrado um craque em RE-TRO-CES-SO. retirando todos os direitos  dos profissionais, que já não eram tantos assim!

Agora, fala-se que: manterá a "dança das cadeiras", relocando pessoas em cargos que que não foram criados de acordo com a legislação; agora, retirar Gratificação sem que a Lei para isso tenha entrado em vigor; voltar a pagar a Gratificação retirada apenas a uma categoria de forma irregular, criando situação em que o profissional assina o ponto em plantão extra para receber o valor sem ter trabalhado, nisso, a "Gestão legal" é especialista!

A gestão da Saúde está mudando no final da Gestão, porém os que saem, apenas mudam de lugar para dar espaço a outros que, com certeza, serão muito bem pagos e vêm com toda a equipe. É a mesma história. Vêm com filho, periquito, papagaio...

No final, quem "dança sem música" é o usuário e o trabalhador do Sistema porque, em média, 80% das verba  Federal é destinada para pagamento de Pessoal. Folha encharcada! Excesso de cargos, de empenhos...

É por isso que não sobra muito para cumprir as Metas.

Só sei que é assim!

Pesquisar este blog