Google+ Followers

quinta-feira, 28 de julho de 2016

CHEFE DA GUARDA PATRIMONIAL SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO NA MORTE DE JORNALISTA EM GOIÁS


Jornalista João Miranda do Carmo é morto a tiros em Santo Antônio do Descoberto, Goiás (Foto: Reprodução/Facebook)
Suspeito (Foto: Reprodução/Facebook)
Um servidor público de 40 anos foi preso nesta quarta-feira (27) suspeito de envolvimento na morte do jornalista João Miranda do Carmo, de 54, em Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do Distrito Federal. Douglas Ferreira de Morais é chefe da Guarda Patrimonial da prefeitura da cidade. 

As principais linhas de investigação é que o crime possa estar ligado à profissão da vítima ou à política. João trabalhava há 15 anos na cidade e há quatro tinha um site de notícias locais chamado "SAD Sem Censura". No portal, há várias notícias policiais e outras relacionadas a problemas da cidade, como falta de asfalto e coleta de lixo.

Pesquisar este blog