Google+ Followers

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

CMS DE CAMARAGIBE DELIBERA PROTESTO CONTRA O CAOS NA CIDADE COM PASSEATA ATÉ O MPPE


Na tarde desta segunda-feira (07), o Conselho Municipal de Saúde se reuniu ordinariamente sem, no entanto, seguir a costumeira pauta da primeira reunião do mês com informes e denúncias.

Após a leitura de três atas pendentes, foi lido um ofício recebido da OAB, o qual questiona sobre a devastação Social ocorrida na cidade, e até onde se enquadra a realidade dos fatos divulgados pelos meios de comunicação. 


O Conselho Municipal de Saúde preparou então, um resumo resumido dos fatos, semelhante a um furacão que atingiu a todos, sem distinção de Servidores ou usuários do sistema público.

O CMS levou ao Pleno a extensão dos problemas causados pela ingerência da atual Gestão e o Colegiado deliberou um protesto em frente ao órgão de Controle Social, na próxima quinta-feira (10), às 08:30 horas, com passeata até o MPPE, onde se tentará despertar o Fiscal da Lei - que parece dormir em berço esplêndido. Na oportunidade, será protocolado pedido de providência imediato, tendo em vista que, além da ausência do serviço, ainda há a falta de pagamento dos profissionais de Saúde. "A gestão fechou 02 serviços de emergência e colocou todos os funcionários em uma única emergência (Cemec Centro), porém nos finais de semana o plantão ainda fica fechado por falta de médicos", disse um comunitário.


Família e Servidores do CAPs AD compareceram à reunião para denunciar mais descaso, porém se contentaram em oficializar na próxima reunião.


Também foi lido um ofício da SESAU desmarcando a reunião mensal que deveria acontecer na próxima quinta (10). Pelo jeito a Gestão não pretende se mostrar até a transição. Por exemplo, na reunião de hoje não houve representação da Gestão.



Como diria o professor André Ricardo Batista: "tenham fé!".

Pesquisar este blog