Google+ Followers

sábado, 10 de dezembro de 2016

PE: ASSEMBLEIA DE PMs CULMINA NA PRISÃO DOS LÍDERES DO MOVIMENTO

Na tarde desta sexta-feira (09), a ACS-PE realizou mais uma assembleia na Praça do Derby com a participação de algumas entidades pernambucanas como o Sindicato dos Servidores Municipais de Camaragibe (SISEMCg) e o Sindicato dos Enfermeiros de Pernambuco (SEEPE).











Durante a concentração da categoria, os líderes do movimento foram presos pelo CIOE cumprindo determinação judicial. O grupo prosseguiu em passeata até a Assembleia Legislativa. O Governo do Estado colocou uma barricada no Palácio das Princesas e o pessoal do Choque para conter a multidão de manifestantes.

O Governador solicitou um reforço ao Presidente Temer, que de pronto atendeu e determinou que 3.500 homens do Exército, Marinha e Aeronáutica estarão - se necessário - a partir de hoje, até o dia 19 de dezembro, à disposição de Pernambuco. A questão é todos sabem que as Forças Armadas jamais assustam ninguém porque todos estão carecas de saber que, mesmo com grandes armas e Tanques de guerra, em hipótese alguma, nenhum soldado vai disparar com aquelas armas numa área urbana. É um belo teatro.


Ademais, com a prisão do presidente e vice da Associação de Cabos e Soldados, o Governo apenas criou mártires e provavelmente vai “pendurar o chinelo” nas próximas eleições. Se o Governo acha que o povo está ARMANDO, por certo é uma profecia, tendo em vista que em Pernambuco não se pode computar apenas o quantitativo de policiais militares na proporção de 23 mil homens, pois os mesmos não são de chocadeira. Dos quase nove milhões de habitantes no Estado, existem milhões de famílias onde, em cada casa existe no mínimo um Policial.





Foi deliberado que os quase 70% de policiais que faziam escala de serviço extra (PJES) não irão assumir mais os seus postos. Desta forma, os supostos 3.500 homens das Forças Armadas seriam apenas um “cabelinho de sapo” em relação ao déficit de pessoal em pernambuco, e a população não se sentirá segura. 


O  Governo não atendeu à Associação, porém o deputado Joel da Harpa foi atendido no Palácio, como intermediador e, segundo ele, o Governo abrirá o canal de negociação. Assim, deve fazer reunião no dia 04 de janeiro para discutir as propostas da categoria e enviará os resultados no dia 02 de fevereiro à Assembleia Legislativa para apreciação das Comissões. 




Sindicato dos Servidores Municipais de Camaragibe presente na luta!


Os Policiais não farão greve, porém continuarão com a Operação padrão.

Pesquisar este blog