Google+ Followers

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

RENAN MOSTRA QUE NO BRASIL JUSTIÇA NÃO É PARA SER CUMPRIDA

Nesta quarta-feira (7) o presidente do Senado, Renan Calheiros, divulgou uma nota após o Supremo tribunal Federal rejeitar o afastamento dele do comando da Casa. O peemedebista disse que o Senado aplaude a decisão "patriótica" da Corte. Que ironia!

O Supremo Tribunal Federal, por seis votos a três rejeitou afastar Renan da presidência do Senado, mas proibiu o senador de ocupar a Presidência da República em caso de ausência de Michel Temer.

O Supremo admite o erro do presidente do Senado pela desobediência à justiça, porém o mantém no cargo, derrubando a decisão liminar (provisória) do relator do caso, Marco Aurélio, proferida na última segunda-feira (5). O ministro havia determinado o afastamento de Renan Calheiros, ordem que não foi cumprida pela Mesa do Senado

Essa atitude configura desacato e, consequentemente, abuso de autoridade. Fala-se que houve o "dedo" de Temer nessa decisão. O velho jeitinho brasileiro!

O Brasil está uma verdadeira vergonha. É onde se tapa o sol com a peneira o tempo todo. Onde a justiça é cega, muda, surda, contraditória  e conivente. Como diria Eric Arthur Blair, ou George Orwell, em A Revolução dos Bichos, 1945, _"... já se tornara impossível distinguir quem era homem,quem era porco".

Pesquisar este blog