Google+ Followers

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

CAMARAGIBE: SEM SALÁRIOS, SERVIDORES SE ANGUSTIAM

Recebi várias  mensagens pelo  Whatsapp e telefonemas de servidores municipais demonstrando  desapontamentos em relação ao Sindicato dos Servidores Municipais por entender que, mesmo a entidade não tendo feito campanha explícita, é notório  que apoiou a atual Gestão. E, no caso, muitos pensam que, por isso, o Sindicato está fazendo "corpo mole", sendo "moroso", fechando os olhos, porque quem está no poder é Meira!

Segundo os servidores, apesar de o ex-prefeito Jorge Alexandre sair sem pagar os prestadores, empresas e o salário dos trabalhadores - com exceção da Guarda - enquadra-lo fica à cabo da justiça, e todos esperam que ela tome as devidas providências. 

Eles reclamam que os professores são pagos com o dinheiro do FUNDEB, que veio e não foi utilizado para a sua finalidade. Já os Agentes de Saúde e de Endemias lembram que a verba para sua manutenção vem do Governo Federal e que o mesmo não atrasou o repasse. "Então, onde está o dinheiro?", perguntam.

No entendimento de muitos, entre as tantas prioridades do prefeito Meira, que assumiu recentemente o ônus e o bônus da prefeitura, a prioridade das prioridades deveria ser o pagamento dos salários, tendo em vista que os juros dos bancos cresceu para mais de 300% e o do cartão de crédito, mais de 400% ao ano. Hoje é dia 09 de janeiro e os servidores estão começando a se impacientar e cobram atitude da entidade que os representa.

O Sindicato por sua vez, já informou no programa "A voz do servidor" na Rádio Guarany-AM, das 10 às 11 horas, na quinta-feira passada que: 
  •    Já procurou a câmara Municipal,
  •   Já procurou o pessoal da Folha;
  •   Já se reuniu com o prefeito Meira, que se comprometeu a pagar os salários o mais breve possível.
A entidade representativa dos trabalhadores entende a ansiedade e aflição de todos e, com certeza, está se empenhando em resolver o problema. Mesmo que alguns esqueçam, os diretores também são trabalhadores, não receberam seus salários e também tem contas a pagar.

Respondo como parte da diretoria afastada,  porque  mesmo estando de licença médica, não estou sendo poupada. 

E, só lembrando: Este blog não reflete a opinião do Sindicato ou do Conselho de Saúde, de que sou membro. Apenas reflete minha opinião pessoal. Laudicéa Ramos


Pesquisar este blog