Google+ Followers

quinta-feira, 23 de março de 2017

Brasil: Todos os dias rasga-se ao menos um artigo da Constituição.

Aprovada terceirização em todas as atividades das empresas e ampliação do trabalho temporário


Na noite desta quarta-feira (22), sob protestos da oposição, por 231 a 188 e 8 abstenções, as deputados aprovaram o projeto de Lei que permite a terceirização em todas as atividades das empresas. A modalidade poderá ser usada tanto na modalidade fim, aquelas principais, quanto nas atividades meio.

Antes não havia regulamentação para esse tipo de trabalho, mas a justiça entendia que apenas as funções secundárias poderiam ser exercidas por terceirizados.

A medida ainda amplia a permissão para a contratação dos temporários dos atuais três meses para até nove meses. Esse projeto tinha sido votado na câmara e aprovado pela primeira vez em 2000. Em 2002, o projeto foi votado pelo senado, que retirou a medida.

Agora, na segunda votação da câmara, os deputados aprovaram novamente. O texto final aprovado seguirá direto para a sansão do presidente Michel Temer 

Dos 25 pernambucanos, 20 votaram o projeto de Lei e, apenas 08 deles foram contrários à proposta. 

Veja como votaram os parlamentares de PE

    SIM                                          NÃO

André de Paula (PSD)                                     
Betinho Gomes (PSDB) 


Augusto Coutinho (SD)            


Creuza Pereira (PSB)                                                                                                                                      
Carlos Eduardo Cadoca (PDT) 
Daniel Coelho (PSDB)                   
Eduardo da Fonte (PP) 
Danilo Cabral (PSB)                                       
Fernando Monteiro (PP) 
Luciana Santos (PC do B)
Guilherme Coelho (PSDB)
Severino Ninho (PSB ) 
Jarbas Vasconcelos (PMDB) 

Silvio Costa (PT do B) 
Jorge Corte Real (PTB) sim
Wolney Queiroz (PDT) não
Marinaldo Rosendo (PSB) 
Zeca Cavalcanti (PTB)
Pastor Eurico (PHS) 

Ricardo Teobaldo (PTN 




Pesquisar este blog