Google+ Followers

segunda-feira, 6 de março de 2017

PE: ÍNDICE DE DEPRESSÃO E SUICÍDIO ENTRE PROFISSIONAIS DE SAÚDE DO HOSPITAL AGAMENON MAGALHÃES VEM AUMENTANDO


O Hospital Agamenon Magalhães (HAM), antes uma instituição privada - Casa de Saúde São João Fundada em 1948 - hoje é um dos mais importantes suportes ao Sistema Único de Saúde (SUS) em Pernambuco. 

O HAM atende mais de 5 mil pacientes/mês nas suas quatro emergências (Clínica, Cardiologia, Otorrinolaringologia e Maternidade de Alto Risco); mais de 10 mil consultas ambulatoriais/mês no ambulatório de especialidades. São 400 leitos disponíveis para a população.  É credenciado pelo Ministério da Saúde como Centro de Referência de Alta Complexidade em Cardiologia e em saúde auditiva. 

O Hospital Agamenon Magalhães é o único da rede da SES contratualizado pelos Ministérios da Educação e Saúde como hospital de ensino, se equiparando à maioria dos hospitais universitários do País.

Porém, mesmo com todo esse aporte, o Hospital não está tendo o cuidado com quem cuida. A cada dia o índice de depressão entre os profissionais aumenta. Dimensionamento de enfermagem? Não se sabe o que é. Margem de segurança? Também não. Um profissional atende por 02 ou 03 por conta da demanda. Isso é mais um motivo do aumento do nível de stress entre os profissionais.

Em menos de um mês, uma enfermeira e uma técnica em enfermagem - já depressivas - se suicidaram.

É bom a Secretaria de Saúde do Estado e o COREN começarem a se preocupar com esses dados. Até porque os pacientes ficam expostos à assistência de risco, sendo atendidos por profissionais com a saúde mental comprometida.

Pesquisar este blog