Google+ Followers

sexta-feira, 30 de junho de 2017

ALERTA CONTRA A RAIVA HUMANA NO RECIFE


HUOC- Foto ( Arthur de Souza)
Após a morte da dona do Pet shop Artevestepet , Adriana Vicente da Silva, 35 anos, no bairro da Soledade, cerca de 30 bairros na área central do Recife estão sendo monitorados. O esquema abrange um raio de 5 km, a partir do local onde o gato de rua mordeu  Adriana.

o bloqueio consiste na vacinação de cães e gatos domésticos e de rua neste perímetro, além da captura de morcegos. Tutores de animais e moradores estão sendo orientados sobre os procedimentos em caso de acidente com animais.

Até a quinta-feira (29), foram visitados 4.972 imóveis e cerca de 150 animais foram imunizados.

Foto (Facebook)
Segundo informações, uma senhora ao ver o gato de rua com sinais de intoxicação acreditou que o mesmo havia sido envenenado e chamou a profissional para avaliar e medicar. Ao tentar segurar o animal para avaliação, o mesmo mordeu a vítima no peito, que logo lavou o local com água e sabão e achou que não seria necessário tomar vacina ou soro anti-rábico.

Após um mês,  a vítima começou a sentir mal estar e febre alta com persistência, mesmo tomando medicação anti-térmica. Ainda assim, Adriana não procurou atendimento médico. 

O gato morreu após algum tempo e só então foi informado que  a senhora que solicitou o atendimento ao animal fora também mordida. 

Essa senhora está em local indefinido no momento, se tornando mais um risco em potencial. 

A  prefeitura a procura para medidas preventivas e alerta a população em geral.

Pesquisar este blog