Google+ Followers

terça-feira, 24 de outubro de 2017

PE: FALTAM TÉCNICOS NA FARMÁCIA DO ESTADO


Nesta terça-feira (24), familiares e pacientes com doenças autoimunes, que dependem de medicação especial e necessitam submeter-se à burocracia de praxe para sua aquisição, queixam-se de todas as vezes que procuram o serviço serem muito bem atendidos pelos dispensários - funcionários que distribuem a medicação - porém, por falta de técnicos que analisem a requisição médica para sua renovação, passam por uma verdadeira “romaria” para garantir o atendimento.


“É uma verdadeira humilhação ter que passar o dia nessa longa espera. Nem sequer me alimentei e tudo para ter o que é nosso de direito”, disse um paciente.






Segundo informações no local, existem mais de 30 mil pacientes no estado, dentre esses, 15 mil só na farmácia central, que dependem de medicação especial e poucos técnicos para dar conta da demanda, por isso a avaliação demora em média um mês, para que o paciente garanta sua renovação - que é feita a cada três meses. Sem contar que, muitas vezes, os pacientes voltam sem a medicação.


A solução para o problema se resume apenas no efetivo cumprimento das leis!


Pesquisar este blog