Google+ Followers

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

5ª Semana da Consciência Negra de Camaragibe


A Semana da Consciência Negra de Camaragibe é uma iniciativa da sociedade civil idealizada pelo Movimento Negro Unificado – MNU e Movimento dos Povos Tradicionais da Cidade – MPTC, com a participação da Associação Cultural Abdias do Nascimento – Ascan e do Quilombo Cultural Catucá. O evento chega em 2017 a sua quinta edição com o apoio da Prefeitura Municipal de Camaragibe, através das diretorias de Promoção da Igualdade Racial e Eventos da Fundação de Cultura de Camaragibe. A Secretaria de Educação – SecEd e a Secretaria de Comunicação – Secom também são parceiras nessa empreitada para visibilizar e fortalecer a luta dos afrodescendentes do nosso município, sejam eles de quaisquer segmentos, religiosos ou não, a exemplo dos povos de terreiro e do movimento hip hop.

Conhecido por “Novembro Negro – Camaragibe sem preconceito“, o evento é realizado desde 2013, com atividades durante o mês de novembro. Na primeira edição a Semana da Consciência Negra movimentou mais de dois mil alunos e cidadãos camaragibenses com cine debates no Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro. O encerramento da primeira edição se deu com um festival de cultura na Praça do Guarany, na Vila da Fábrica, com a participação de grupos de cultura local e trazendo pra Camaragibe o Afoxé Alafin Oyò e o grupo internacional de Dança Afro Bantu. Nas edições seguintes, além do cine debate, as atividades foram levadas para as escolas municipais e o público infantil também foi contemplado no projeto, com ativades na Penarol Biblioteca Municipal de Camaragibe.
Além de celebrar a resistência do povo negro em Camaragibe, desde o período colonial até os dias atuais, marcados pelo extermínio da população negra principalmente dos jovens, este evento foi criado no intuito de reafirmar a importância de haver igualdade nos palcos e nas políticas públicas para todos os cidadãos independente de raça, cor ou credo. Combater o preconceito, a discriminação e o racismo em todas as suas faces, sobretudo a do racismo religioso, além de fortalecer as políticas públicas de Promoção de Igualdade Racial, pondo em prática a Lei 10.639/03 que trata do ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira, são os objetivos do Projeto Novembro Negro.

Para semear o propósito da Igualdade Racial no imaginário e na realidade de Camaragibe, serão promovidos quatro dias com atividades que vão desde o debate no Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro, na Vila da Fábrica, às oficinas no Parque Camaragibe, passando por contação de histórias e apresentações artísticas.

CONFIRA ABAIXO A PROGRAMAÇÃO:

* Sexta-feira, 17 de novembro (manhã, tarde e noite)
Cine Debates no Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro (Av. Dr. Pierre Collier, 167 – Vila da Fábrica, Camaragibe)
Acesso gratuito

Manhã
Filme ESCRITORES DA LIBERDADE (EUA, 2017, Richard LaGravenes)
Facilitador: Anderson Neves
Público-alvo: alunos do Ensino Fundamental II (6° ao 9° ano) da Rede Municipal de Ensino e Ensino Médio da Rede Estadual.

Tarde
Filme BESOURO (BRA, 2009, João Daniel Tikhomiroff)
Facilitador: Cláudio Pinho
Público-alvo: alunos do Ensino Fundamental II (6° ao 9° ano) da Rede Municipal de Ensino e Ensino Médio da Rede Estadual.

Noite
Filme O RAP DO PEQUENO PRÍNCIPE CONTRA AS ALMAS SEBOSAS (BRA, 2000, Paulo Caldas e Marcelo Luna)
Facilitador : Cartel Gangsta Camaragibe + Tiger.
Público-alvo: alunos do Ensino Médio da Rede Estadual.

* Sábado, 18 de novembro de 2017
Local: Parque Camaragibe
Acesso gratuito

14h – Oficina de Percussão (Yuri)
14h – Oficina de Moda (Flávia Giane e Elaine Albuquerque)
14h – Mostra de Ervas
14h – Oficina de Dança (Joel Carlos Francisco )
17h – Mostra Culinária (8 Terreiros de Camaragibe)

* Domingo, 19 de novembro 
Local: Praça da Coimbral (Av. dos Girassóis – Bairro Novo do Carmelo) e Praça do Guarany (Vila da Fábrica)
Acesso gratuito

15h – Apresentação do Movimento hip-hop na Praça da Coimbral (Cypher Voz Ativa com os grupos SDG, Insônia Rap e Peninha Jack)
16h – Cortejo até o DOMINGO NA VILA (Praça do Guarany – Vila da Fábrica) com grupos, entidades, artistas, terminando no palco com falas, poemas e shows do Afrogibe, Nação Camará, Soul do Alto e Coco do Catucá.
17h – Culminância das oficinas de percussão, moda e dança com apresentações artísticas.

* Segunda-feira, 20 de novembro

Manhã e Tarde
Cine Debates no Cine Teatro Bianor Mendonça Monteiro (Av. Dr. Pierre Collier, 167 – Vila da Fábrica, Camaragibe)

Curta Pode me chamar de Nadí
Facilitadora: Moabia Anjos
Contação de Histórias: Moabia Anjos
Contação de Histórias: Moabia Anjos
Acesso gratuito

Pesquisar este blog